Pai de Cristiano Araújo diz que Seu Francisco foi exemplo para pais de filhos que tentam sucesso na música


Ele morreu após 14 dias internado em hospital e foi enterrado sob aplauso de fãs. Parentes e famosos prestaram homenagens. João Reis, pai de Cristiano Araújo, no enterro do seu Francisco Camargo, em Goiânia
Vitor Santana/G1 GO
O pai do sertanejo Cristiano Araújo, João Reis, lamentou a morte de Francisco José de Camargo, o Seu Francisco e disse que ele foi um exemplo para todos os pais que têm filhos que tentam sucesso na música. O pai dos cantores Zezé Di Camargo e Luciano foi sepultado nesta terça-feira (24) sob aplausos de fãs no Cemitério Jardim das Palmeiras, em Goiânia.
“A grande importância é que ele era uma pessoa que não tinha condições, mas com perseverança conseguiu ir atrás dos sonhos. Esse é o grande ensinamento que ele deixa para a música em geral, mas também para a gente que é pai de filho que tenta o sucesso na música”, contou.
João Reis disse que os dois eram amigos há cerca de 20 anos, antes mesmo de Cristiano ser famoso. “O Cristiano ainda era criança e a gente sempre encontrava o Seu Francisco nas festas e ele era muito engraçado, inventava alguma história para fazer a gente rir. Foi uma pessoa que soube viver a vida apesar de todas as dificuldades”, completou.
Seu Francisco morreu na noite de segunda-feira (23), após 14 dias internado em um hospital de Goiânia. O velório começou às 10h desta terça-feira (24). Familiares, amigos, famosos e autoridades estiveram presente para presta a última homenagem.
Por meio das redes sociais, famosos lamentam a morte de Francisco
Por volta das 17h, sob aplausos, parentes e amigos deixaram a capela em que o corpo era velado para seguir para o túmulo. Os filhos Zezé e Wellington Camargo levaram o caixão durante o cortejo, que não foi acompanhado pela viúva de Seu Francisco, Helena Camargo, de 75 anos. O enterro ocorreu às 17h30.
Morre Francisco Camargo
Zezé Di Camargo toca sanfona e canta ‘É o Amor’ durante velório
Dezenas de pessoas acompanharam o cortejo. Segundo a família, a cerimônia não seria aberta ao público em virtude da pandemia do coronavírus. No entanto, fãs foram ao local e fizeram filas para tentar se despedir. Durante a caminhada até o túmulo, eles cantaram várias músicas de Zezé Di Camargo e Luciano, como “No dia em que eu saí de casa” e “É o amor”.
Durante o velório, Zezé chorou ao falar sobre a morte do pai. Segundo o cantor, as lágrimas vieram por saber que não veria mais o sorriso que tanto gostava.
“Estou o emprestando um pouquinho para Deus. É um ser muito especial. Está deixando um exemplo na Terra”, disse Zezé, emocionado.
Corpo de Seu Francisco, pai de Zezé Di Camargo e Luciano, é enterrado em cemitério de Goiânia
Vitor Santana/G1
Internações
Seu Francisco estava internado desde o último dia 10 de novembro, quando sentiu dores no intestino. Quatro dias depois, ele precisou passar por uma cirurgia de emergência para estancar um sangramento no órgão. No dia, Zezé e Luciano estavam em Goiânia para acompanhar de perto a evolução do quadro.
Segundo o irmão dos cantores, Emanoel Camargo, o pai havia começado a retirada dos sedativos na quinta-feira (18). Porém, ele teve nova piora e morreu na noite de segunda-feira (23).
Nos últimos anos, Francisco convivia rotineiramente com problemas de saúde e internações. Em março de 2018, ele ficou mais de um mês no hospital devido a uma pneumonia.
Já em fevereiro deste ano, o idoso chegou a ser internado para tratar uma infecção decorrente de um enfisema pulmonar. Ele ficou oito dias hospitalizado.
Depois dessa internação, o médico Adilon Cardoso, que acompanhava seu Francisco há 10 anos, contou que ele viveu seis meses em bom estado de saúde e teve qualidade de vida antes de ser hospitalizado há 14 dias, quando iniciou tratamento contra pneumonia, problemas nas funções renais, gástricas e cardíacas.
Morre Francisco Camargo em Goiânia, Goiás
Arte/G1
VÍDEOS: últimas notícias sobre Seu Francisco
Initial plugin text