Dois homens são presos com 130 balas de revólver e droga no Grande Recife


Suspeitos foram abordados pela Radiopatrulha no bairro de Pontezinha, no Cabo de Santo Agostinho, no domingo (1º). A Polícia Militar apreendeu 130 munições de calibre 38, 150g de maconha prensada, uma balança de precisão, uma capa de colete e um par de placas balísticas no Cabo de Santo Agostinho, no domingo (1º),
Divulgação/Polícia Militar
Dois homens foram presos com 130 balas de revólver calibre 38 e 150 gramas de maconha prensada, no Cabo de Santo Agostinho, no Grande Recife. A prisão foi realizada por uma equipe da Radiopatrulha, da Polícia Militar, que recebeu denúncias anônimas de que os suspeitos estavam traficando entorpecentes e impondo toque de recolher no distrito de Pontezinha.
Segundo a Polícia Militar, o efetivo realizou a prisão dos supeitos, no domingo (1º), na Rua Vinte e Um de Abril. Com os homens também foram encontrados uma balança de precisão, uma capa de colete, um par de placas balísticas e dois celulares.
Os suspeitos e o material apreendido foram encaminhados à Delegacia de Polícia do Cabo de Santo Agostinho. Os homens foram presos por tráfico e associação ao tráfico de drogas.

Mulher morre após ter perna decepada em acidente de moto em Manaus


Com o impacto, perna esquerda da vítima foi parar no telhado de uma casa. Lucineri de Silva Menta
Arquivo Pessoal
A industriária Lucineri de Silva Menta, 49 anos, morreu após ter perna decepada em um acidente de moto na rua Álvaro maia, bairro Alvorada, Zona Centro-Oeste de Manaus, por volta de 0h30 desta segunda-feira (2). O acidente de trânsito será investigado pela Polícia Civil.
Segundo a família, a vítima estava na garupa da moto, que era conduzida por um amigo. Eles iam comprar cigarros em uma loja de conveniência quando um carro prata, que trafegava em alta velocidade, passou ao lado deles. O carro bateu na perna esquerda da indústria. Com o impacto, o membro foi parar no telhado de uma casa.
O motorista fugiu sem ser identificado. O motociclista e a passageira ficaram caídos no chão.
De acordo com a família, Lucineri esperou por mais 40 minutos pelo socorro. O filho da industriária foi até hospital Pronto-Socorro 28 Agosto pedir ajuda, mas foi informado que não havia ambulância para ir até o local do acidente fazer o resgate naquele momento.
A mulher perdeu muito sangue e familiares precisaram improvisar uma maca com pedaço de madeira para levar a vítima até SPA da Alvorada, a pé.
Lucineri de Silva morreu na unidade ainda na madrugada. O Instituto Médico-Legal (IML) constatou que causa da morte foi anemia aguda hemorrágica após amputação traumática.
O condutor da moto sofreu ferimentos leves.
O caso foi registrado na Polícia Civil. Câmeras de segurança registraram o momento da colisão, mas como o carro estava em alta velocidade não foi possível identificar a numeração da placa.
Vítima chegou a ser levada para o SPA do Alvorada
Suelen Gonçalves/G1 AM