Oscar não será transmitido em Hong Kong pela primeira vez em mais de meio século


Decisão acontece após ordem do Departamento de Propaganda do Partido Comunista da China; emissora alega que decisão é ‘puramente comercial’. Cerimônia do Oscar 2021 vai acontecer em 25 de abril
Robyn Beck/ AFP
A cerimônia do Oscar não será transmitida em Hong Kong pela primeira vez em mais de meio século, confirmou a emissora local nesta segunda-feira (29), enquanto persistem as dúvidas sobre se os principais prêmios de Hollywood serão exibidos na China continental.
A festa tem sido transmitida em Hong Kong todos os anos desde 1969 pela TVB, em seu sinal em inglês. Agora, nenhum canal emitirá a premiação que no dia 25 de abril.
Oscar 2021 anuncia indicados da premiação; veja lista
“Foi uma decisão puramente comercial que nos levou a não acompanhar o Oscar este ano”, disse um porta-voz da TVB à AFP.
Esta decisão surge depois de a Bloomberg News ter informado, no início do mês, que o Departamento de Propaganda do Partido Comunista da China ordenou aos veículos da imprensa estatal que minimizassem o Oscar e não transmitissem a festa ao vivo.
Frances McDormand, esquerda, e a diretora Chloe Zhao no set de ‘Nomadland’
Searchlight Pictures via AP
Acredita-se que o motivo da decisão seja a indicação de “Do Not Split”, um curto documentário sobre os protestos pró-democracia de Hong Kong, assim como as quatro indicações para a diretora americana de origem chinesa Chloe Zhao por “Nomadland”.
Desde então, a imprensa estatal publica artigos críticos ao documentário, enquanto os nacionalistas atacam Zhao pelos comentários que vem fazendo há anos sobre a China.
A emissora estatal CCTV, que transmitiu as edições anteriores do Oscar, ainda não confirmou se mantém a programação deste ano.
LEIA MAIS: Zoom ‘proibido’, transmissão em 2 lugares e filmes da internet: Como será o Oscar pandêmico de 2021
Oscar será presencial? Quem vai ser convidado? O que esperar da cerimônia?