O inventor que perdeu milhões ao não renovar patente do relógio digital, ‘copiado’ pelos japoneses

<div class="media_box full-dimensions660x360">

<div class="edges">
<img class="croppable" src="https://img.r7.com/images/relogio-de-thomas-bromley-04012020181542313?dimensions=660×360" title=" Thomas Bromley criou seu relógio digital em 1961" alt=" Thomas Bromley criou seu relógio digital em 1961" />
<div class="gallery_link">
</div>

</div>
<div class="content_image">
<span class="legend_box "> Thomas Bromley criou seu relógio digital em 1961</span>
<span class="credit_box ">BBC</span>
</div>
</div>

<p>
Seu nome é pouco conhecido, e suas invenções foram esquecidas.</p>
<p>
Mas Thomas Bromley, um engenheiro britânico e inventor amador, projetou um dos primeiros relógios digitais do mundo em seu galpão em Hull, no norte da Inglaterra.</p>
<p>
Seu modelo, criado em 1961, foi vendido em um leilão em 2018.</p>
<p>
<a href="https://noticias.r7.com/internacional/biblia-de-gutenberg-4-fatos-surpreendentes-sobre-o-livro-que-mudou-a-historia-23122019" target="_blank"><strong>4 fatos surpreendentes sobre a ‘Bíblia’ de Gutenberg, o livro que mudou a história </strong></a></p>
<p>
O invento nunca foi reproduzido, mas, de acordo com vários historiadores, o relógio eletrônico Digitron que ele projetou era "idêntico" aos modelos posteriores comercializados no mundo.</p>
<p>
Seu design, entretanto, caiu no esquecimento basicamente por uma questão de dinheiro.</p>
<p>
<strong>O dinheiro da patente</strong></p>
<p>
Quando criou o Digitron, Bromley o patenteou por três anos, mas, após esse período, ele optou por não renovar o registro, porque teria sido muito caro.</p>
<p>
Embora tivesse recebido um prêmio no Salon des Inventors, em Bruxelas, ele aparentemente não tinha muita fé no futuro de seu relógio.</p>
<p>
Sua ideia, no entanto, foi vista por milhares de outros inventores.</p>
<p>
 </p>

<div class="media_box full-dimensions660x360">

<div class="edges">
<img class="croppable" src="https://img.r7.com/images/thomas-bromley-04012020181542582?dimensions=660×360" title="Bromley morreu em 1990" alt="Bromley morreu em 1990" />
<div class="gallery_link">
</div>

</div>
<div class="content_image">
<span class="legend_box ">Bromley morreu em 1990</span>
<span class="credit_box ">Família Bromley</span>
</div>
</div>

<p>
Um ano após o fim da validade da patente, os japoneses começaram a fabricar "um relógio praticamente idêntico e o venderam por milhares de dólares", diz John Hawley, o leiloeiro da peça.</p>
<p>
"Se Bromley tivesse renovado sua patente, ele seria um bilionário", diz ele.</p>
<p>
<strong>’Engenheiro de dia, inventor à noite'</strong></p>
<p>
David, filho de Bromley, lembra que o inventor recebeu um pedido para "produzir 20 unidades para o Natal, mas não teve condições de começar a fabricá-los".</p>
<p>
Ele se recorda que seu pai estava "sempre em seu galpão" e que ele era "um engenheiro elétrico durante o dia e inventor à noite".</p>
<p>
 </p>

<div class="media_box full-dimensions660x360">

<div class="edges">
<img class="croppable" src="https://img.r7.com/images/relogio-de-thomas-bromley-04012020181542718?dimensions=660×360" title="Bromley não teve sucesso comercial com sua invenção" alt="Bromley não teve sucesso comercial com sua invenção" />
<div class="gallery_link">
</div>

</div>
<div class="content_image">
<span class="legend_box ">Bromley não teve sucesso comercial com sua invenção</span>
<span class="credit_box ">BBC</span>
</div>
</div>

<p>
"Ele parava de trabalhar às nove ou dez da noite. Tinha todos os tipos de equipamentos e dispositivos. Essa era a sua vida", disse ele.</p>
<p>
Bromley, que morreu em 1990, também inventou cortinas que se fechavam automaticamente quando o sol se punha.</p>