Notre-Dame de Paris recebe primeiro concerto de Natal desde incêndio de 2019


O tradicional concerto da véspera de Natal foi gravado na catedral de Notre-Dame de Paris sob rígidas medidas de segurança. O evento, realizado pela primeira vez desde que o marco foi devastado por um incêndio em abril de 2019, será transmitido pela televisão francesa na noite desta quinta-feira (24). Coral canta na catedral de Notre-Dame em Paris no primeiro concerto de Natal desde o incêndio de 2019
Reprodução/Instagram/Cathédrale Notre-Dame de Paris
Apenas oito cantores dos 160 que fazem parte do coral de Notre-Dame foram autorizados a entrar na catedral de Paris e se apresentar no concerto da véspera de Natal.
As medidas de segurança para gravar este concerto enquanto ainda são realizadas as obras de reforma do templo, destruído em 2019, foram “drásticas”.
No total, uma equipe de 25 pessoas participou da gravação desse especial de Natal, que será transmitido pela televisão France 2 durante a noite desta quinta.
‘Ela também saiu do confinamento’: largo da Notre-Dame reabre, um ano após incêndio
Começa a retirada dos andaimes da Catedral de Notre-Dame, em Paris
O arcebispo de Paris, Michel Aupetit, disse que realizar o concerto é importante, especialmente no contexto da epidemia de Covid-19, para compartilhar a alegria do Natal.
Este é o terceiro evento a ser realizado na Notre-Dame após o grande incêndio em 15 de abril de 2019, que quase destruiu a obra-prima gótica, um Patrimônio Mundial da Unesco.
Incêndio na Catedral Notre-Dame, em Paris
Rodrigo Sanchez/G1
Em junho de 2019, uma pequena missa foi celebrada na Capela da Virgem Maria para cerca de 30 pessoas. Em abril de 2020, foi realizada uma cerimônia de oração para marcar a Sexta-feira Santa.
Gravação com capacete
Os artistas usaram capacetes de construção (veja no vídeo abaixo), botas e macacões azuis em conformidade com os protocolos de segurança. Eles também tiveram que enfrentar o frio do inferno dentro da igreja, sem aquecimento.
Initial plugin text
S
“Nossos dedos sofreram, mas tudo isso faz parte da magia do Natal”, disse o violoncelista Gautier Capucon.
A música tocada teve que ser adaptada às circunstâncias excepcionais: o coral infantil não pôde participar.
Os artistas tocaram “Ave Maria” de Franz Schubert, assim como “Laudate Dominum” de Mozart, além de músicas de Natal, como “Silent Night”, “Jingle Bells”, de Gordon Lanford, e “Rise up shepherd”, de Carl Davis.
“Queríamos que esse show trouxesse alegria e atingisse a todos. Acho que as pessoas, mais do que nunca, precisam de um pouco do espírito do Natal ”, disse Henri Chalet, diretor do coro Notre-Dame.
VÍDEOS mais vistos do G1