No Recife, inscritos no Enem Digital esperam prova menos cansativa e mais ágil


Com a estreia do novo formato do Exame Nacional do Ensino Médio neste domingo (31), candidatos relatam expectativa de otimização do tempo de prova em relação à versão impressa. Raíssa Martins, de 27 anos, escolheu a modalidade digital do Enem 2020 e faz prova na Unibra, no Recife, neste domingo (31)
Marina Meireles/G1
Com esperança de que a modalidade digital do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) traga mais facilidade, alguns dos candidatos que optaram por fazer a prova no Recife entraram confiantes nos locais de prova neste domingo (31). A expectativa deles é de que o novo modelo proporcione mais agilidade e otimize o tempo de prova.
Essa é a ideia da técnica em contabilidade Raíssa Martins, de 27 anos, que faz o Enem para tentar ingressar na faculdade de ciências contábeis.
“O vídeo que disponibilizaram mostra que a plataforma parece ser bem fácil de usar. Do próprio gabarito, você pode voltar para uma questão sem ter que voltar a prova inteira”, disse a candidata, que faz prova no Centro Universitário Brasileiro (Unibra), na Boa Vista, no Centro do Recife.
Julya Alves de Medeiros, de 20 anos, faz a prova do Enem pela quarta vez
Marina Meireles/G1
Na quarta vez diante do exame, Julya Alves de Medeiros, de 20 anos, espera que o formato digital proporcione mais agilidade do que a prova impressa. “A gente tem que inovar, né?”, afirmou.
Apesar de cursar terapia ocupacional na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), a candidata deseja entrar no curso de medicina e também realiza o exame na Unibra.
Já o estudante Felipe Lamark, de 18 anos, busca entrar no curso de ciência da computação.
Em busca de uma vaga no curso de ciência da computação, Felipe Lamark, de 18 anos, faz a prova do Enem 2020 na Unicap, no Recife
Marina Meireles/G1
“Escolhi esse formato porque parece ser mais fácil de marcar o gabarito. Você não precisa perder tanto tempo pintando as respostas, como acontece na forma impressa”, contou, enquanto aguardava a abertura dos portões da Universidade Católica de Pernambuco (Unicap), também no Centro do Recife.
Para o candidato, a expectativa é de que não haja problemas na aplicação da prova no Recife. “Acho que aqui vai dar tudo certo, mas, pelo Brasil, acredito que pode haver algum tipo de problema”, declarou.
Os portões da Unibra, no bairro da Boa Vista, no Centro do Recife, foram fechados pontualmente às 13h deste domingo (31)
Marina Meireles/G1
A aplicação do Enem Digital ocorre em 104 cidades brasileiras neste domingo (31). Em Pernambuco, a prova acontece no Recife; em Caruaru, no Agreste; e em Petrolina, no Sertão.
No país, foram disponibilizadas 100 mil inscrições para o formato. Desse total, 96.086 inscritos confirmaram a participação.
Na capital pernambucana, há 1.874 inscritos. Já em Caruaru e Petrolina, o número de candidatos é de 469 e 357, respectivamente, de acordo com o Ministério da Educação (MEC).
VÍDEOS sobre educação
Initial plugin text