No ‘Encontro’, ex-BBB Gilberto se emociona ao receber mensagem de professor de economia


‘Ele foi muito importante pra mim. É difícil você encontrar pessoas que acreditam em você’, relembrou o economista ao falar sobre sua caminhada de estudos até aprovação em doutorado nos Estados Unidos. Ex-BBB Gilberto
Reprodução/Instagram
Quase uma semana após o término do “BBB21”, Gilberto esteve no programa “Encontro” na manhã desta segunda-feira (10).
O economista, que ficou em quarto lugar no jogo, falou sobre o carinho que tem recebido do público, o reencontro com os participantes do jogo no programa 101 e também se emocionou ao rever cenas com Juliette.
“Foi emocionante, mas tem algo muito interessante. Quando está competindo no ‘BBB’, tem uma magia diferente. Foi um sentimento de ‘tô de volta’, porque quando saí, foi uma dor muito forte, de não poder voltar. Mas voltar não foi a mesma coisa. O ‘BBB’ tem algo muito surreal, é como se existisse toda uma magia que envolve a casa”, afirmou o economista.
Gil ainda citou alguns dos bastidores do encontro, como o abraço entre Lucas Penteado e Karol Conká.
“A gente ouve aqui, ouve ali, porque a fofoca rola solta. E de fato ela entrou e falou que era uma nova mulher. Eu não tinha noção do que tinha acontecido, mas imaginava que as atitudes dela seriam cobradas”, afirmou Gil, que defendeu que as críticas aos participantes deveriam se limitar apenas ao jogo.
“A gente erra, tem que pagar por nossos erros, mas tem que ficar dentro da casa. A maior punição do participante é a eliminação. A vida do participante tem que seguir.”
Gil ainda falou sobre o fato de ter declarado ter se apaixonado por vários participantes do jogo ao longo do reality.
“Eu me apaixono, Fátima. Aprendi que o amor é a melhor coisa que nós temos. Ali era resenha, mas acho que a mágica que envolvia a gente é que tinha muito carinho, muito amor, muito respeito.”
Ampliar a voz
Gil fez uma análise de seu jogo e comentou que seu maior erro foi não seguir mais sua intuição.
“Em termos de jogo, sabia que era correto, mas me perdia na minha intuição. Olhando agora, acho que se voltasse ao BBB, conseguiria ponderar um pouco mais entre a intuição e a razão, porque descobri que minha intuição é muito boa. Devia ter seguido mais.”
Ele ainda afirmou que seu objetivo ao entrar no programa era ampliar sua voz.
“Sempre deixei claro que meu foco era conseguir voz. Sou da cachorrada, regozijo, mas tem muita coisa que acho muito importante. A gente grita, grita e não tem que ouça. E quero que ouçam sobre educação, transporte e sobre o não ódio.”
“Ninguém merece ser atacado. É um jogo, são pessoas que erram. Todo mundo tem seus erros. Elimina com 100% e se for preciso, solta fogos, mas saiu, acabou. Sou muito fã do programa, mas essa parte das torcidas precisa ser controlada. O respeito vem antes de qualquer coisa.”
Educação
Gil ainda falou sobre todos os desafios ao longo dos estudos. Este ano, o economista foi aprovado em três programas de doutorado e escolheu a Califórnia como destino de estudo, que terá início em setembro.
“Sempre foi difícil. Minha mãe falava que a gente tinha que derrubar uma barreira e só o estudo faria isso. Comecei a focar no que me dava prazer, que era matemática. E via que através da educação poderia conseguir coisas que nem imaginava.”
Gil chorou bastante ao ver uma mensagem do professor Paulo Vaz, que apoiou bastante Gil durante os estudos.
“Ele foi muito importante pra mim. É difícil você encontrar pessoas que acreditam em você. E até eu não acreditava. A forma com que ele me falou, foi tão forte, ele acreditou tanto em mim que comecei a acreditar também.”
Ele ainda incentivou para que as pessoas não desistam de seus sonhos.
“Ouça minha voz, eu sou exemplo. Vocês são capazes, vão conseguir, não deixem ninguém falar o contrário.”
VÍDEO: Mãe de Gil pega carona na fama do ex-BBB e recebe 40 convites para comerciais