Nintendo anuncia parceria com empresa que desenvolveu ‘Pokémon Go’ para criar jogos


Objetivo é criar jogos de realidade aumentada para telefones celulares que usem personagens da Nintendo. Jovens jogam Pokémon Go em Nova York
REUTERS/Mark Kauzlarich/File Photo
A empresa japonesa Nintendo anunciou nesta terça-feira (23) uma colaboração com a americana Niantic, que desenvolveu o aplicativo para smartphone “Pokémón Go”, para criar jogos de realidade aumentada para telefones celulares que usem os personagens da Nintendo.
‘Pokémon Go’ em casa? Como jogar game em tempos de quarentena de coronavírus
O primeiro resultado da parceria será um aplicativo de jogos de estratégia Pikmin de Nintendo, com criaturas metade vegetais, metade animais, com previsão de lançamento ainda em 2021.
A realidade aumentada permite sobrepor na tela de um smartphone imagens e animações do entorno real do jogador, filmado ao vivo pela câmera do dispositivo.
“A tecnologia de realidade aumentada da Niantic nos permite experimentar um mundo em que os Pikmin viveriam secretamente ao redor de nós”, declarou Shigeru Miyamoto, criador dos Pikmin e de outros personagens emblemáticos da Nintendo como Mario ou Donkey Kong.
“Esta associação poderia ser um meio de responder aos investidores que lamentam que a Nintendo não conseguiu gerar muitas receitas com aplicativos para smartphones”, afirmou o analista Hideki Yasuda, do Ace Research Institute, citado pela Bloomberg.
A empresa japonesa, que durante muito tempo relutou em deixar seus personagens se aventurassem fora dos consoles tradicionais para evoluir nos smartphones, lançou nos últimos anos uma dezena de títulos para celulares “Super Mario Run” (2016) ou “Mario Kart Tour” (2019).
Retrospectiva 2020: Os 10 grandes games de 2020
“À medida que seguimos ampliando nossa oferta de jogos, a parceria com a Nintendo era uma etapa natural”, declarou o presidente e fundador da Niantic, John Hanke.
O aplicativo “Pokémon Go”, que combina mecanismos de geolocalização com a realidade aumentada, obteve grande sucesso desde o lançamento em 2016.
O aplicativo gerou mais de um bilhão de dólares nos 10 primeiros meses do ano passado, o que significa que 2020 foi seu ano mais lucrativo, segundo o centro de estudos Sensor Tower.
Relembre febre de ”Pokémon Go” no Brasil em vídeo de agosto de 2016:
Jogadores de ‘Pokémon Go’ lotam o Ibirapuera no 1º dia de lançamento do game no Brasil