Na reestreia de ‘A vida da gente’, elenco relembra cena de briga entre protagonistas


Novela de Lícia Manzo será reexibida a partir desta segunda-feira (1º) no horário das 18h. “A vida da gente” retorna ao ar nesta segunda-feira (1º)
TV Globo
A relação das irmãs Ana e Manu, personagens de Fernanda Vasconcellos e Marjorie Estiano em “A vida da gente”, voltará ao ar nesta segunda-feira (1). A novela de Lícia Manzo será reexibida no horário das 18h, na Globo.
Antes do retorno, alguns atores do elenco se reuniram em um encontro virtual com jornalistas e, entre outros temas, falaram sobre a cena que consideram a mais marcante da novela.
Embora alguns não consigam citar uma em específico após quase dez anos de a novela ter ido ao ar, há quase uma unanimidade nas imagens de um forte embate verbal entre as irmãs.
Na cena de cerca de oito minutos, Ana e Manuela se acusam e trocam ofensas após a personagem de Fernanda tentar levar o convite de seu casamento para a irmã.
“A discussão das irmãs é uma cena que gosto muito. Me lembro que quando escrevi tinha oito laudos e tantas. E ela não foi ensaiada. Elas bateram o texto uma vez. Acho que ali há um casamento muito bonito, que é o que mais prezo na profissão, que acho que é quando o texto encontra ressonância entre os intérpretes e autores e a cena engrandece”, afirmou Lícia, autora da novela.
Cena de briga entre Ana e Manu em “A vida da gente”
Reprodução
“Acho que pra mim também. Uma cena longa. E cada fala, a relação das duas irmãs. É um confronto, mas tão cheio de amor”, concorda a atriz Alice Wegmann, que viveu a tenista Sofia na trama.
“Também é minha favorita. Me lembro exatamente daquele dia, da minha mão suando, tenho a sensação ainda daquela cena”, diz Fernanda Vasconcellos.
Cena entre Ana, Manu e Rodrigo em “A vida da gente”
TV Globo
“Não sei se terei oportunidade de atuar num novo texto como foi aqui. Falando de suas dores, diferenças, às vezes querendo se escutar, e se machucando.”
Outras lembranças
Envolvida na gravação do embate das irmãs, Marjorie Estiano diz não conseguir isolar apenas uma cena marcante. Mas se emociona ao relembrar as gravações ao lado de Nicette Bruno. A atriz morreu em dezembro de 2020, aos 87 anos, vítima de Covid-19.
“Era uma troca muito sincera, honesta, bonita. Tanto Iná com Manu, como Nicette e Marjorie, foi [uma relação] de muito acolhimento”, afirmou a atriz, sem segurar as lágrimas.
Marjorie Estiano e Nicette Bruno gravam cena de “A vida da gente”
TV Globo / João Miguel Júnior
Gisele Fróes também concorda com o fato de não se lembrar de uma cena em específico, mas da entrega das atrizes jovens em cena.
“Lembro que era muito emocionante ver a dedicação, concentração e envolvimento delas pras cenas que elas faziam. Alice [Wegmann] que era uma criança que saia do colégio e ia entregar aquele trabalho dela tão primário, tão no início da vida dela. Me comove essa lembrança das coisas que a gente vivia, o que a cena provocava também nos bastidores. Era muito bonito de ver.”
Paulo Betti concorda com a colega de elenco ao citar o clima dos bastidores. “Parece que estou fazendo a novela de novo. Estou com essa sensação. Tenho recordações muito profundas das gravações. Me lembro muito dos bastidores, das conversas, e como aquilo era a vida da gente.”
VÍDEOS: Semana Pop fala de novelas e mais temas