Músico que teve Covid-19 após casamento da irmã de Pugliesi sente sequelas: ‘Cansado e ofegante’


Guitarrista Rafael Maiolino tocou na banda da cantora Preta Gil, que se apresentou na festa. Músico visitou família após voltar da Bahia e outros 4 parentes testaram positivo. “Uma faxina parecia uma maratona”. O relato do guitarrista Rafael Maiolino, de 33 anos, é sobre os sintomas que ele apresentou durante seu tratamento para o novo coronavírus (Sars-Cov-2). Até segunda-feira (27), o músico ainda sentia sequelas, apesar de já estar curado da doença.
“Até hoje eu me sinto cansado e ofegante. Eu estou fazendo fisioterapia pulmonar para melhorar essa questão. (…) Estou com uns cansaços até hoje. Fazer coisas simples ainda é difícil. Em casa, eu acabei de fazer uma faxina e ficava exausto parecia que eu tinha corrido uma maratona. Mesmo 40 dias depois, eu sinto uns resquícios”, completou Rafael.
Morador de Niterói, na Região Metropolitana do Rio, ele teve os primeiros sintomas da Covid-19 no dia 10 de março, três dias depois de participar do casamento de Marcela Minelli, irmã da influenciadora digital Gabriela Pugliesi. Ele contou ao G1 detalhes de como ficou debilitado com a doença, confirmada a partir de um exame realizado no dia 14 de março.
Rafael contou ainda que está curado da Covid-19, mas ainda se sente ofegante e cansado para realizar algumas atividades simples. Ele fez um segundo teste que comprovou a ausência do novo coronavírus.
“Na fase mais crítica, os dois primeiros dias foram muito tensos, muito ‘brabos mesmo’. Febre muito alta. A questão da tosse, da falta de ar é bem intensa. Muita dor no corpo, um cansaço extremo. Cheguei a ter 39,5ºC de febre”, afirmou o músico.
Guitarrista Rafael Maiolino ao lado de Preta Gil durante casamento
Arquivo Pessoal
Pais e avós foram infectados
A preocupação com a doença foi ainda maior porque, sem saber que estava infectado, Rafael visitou seus pais depois que voltou de Itacaré, na Bahia, cidade em que a cerimônia foi realizada. Seus pais, sua avó e um tio-avô também foram diagnosticados com Covid-19.
“Na terça-feira que eu senti os sintomas, eu estive na casa dos meus pais. Eu estive a tarde lá, mas senti os sintomas à noite. Antes de saber que eu estava, eu estive com eles. No dia que eu testei positivo, meu pai sentiu os sintomas. Meu pai foi no hospital e o resultado dele deu positivo também.”
Dúvidas sobre o contágio
Maiolino substituiu o guitarrista da banda de Preta Gil. A cantora que também testou positivo para a doença, e já está curada.
O músico disse que não teve contato direto com nenhum convidado e, por isso, não sabe onde pode ter sido infectado. Além do casamento, ele diz que passou por aeroportos e o contágio pode ter sigo no terminal.
“Eu fui tocar com ela [Preta Gil] no casamento da irmã da [Gabriela] Pugliese, que foi no dia 7 e voltei no dia 8. No dia 10, eu comecei a sentir os sintomas à noite. Começou com uma dor de cabeça só. Quando foi de madrugada eu tive febre, cheguei a ter 39,5ºC. Com muita dor no corpo e dor de cabeça. Tomava remédio para febre e não abaixava”, disse.
“A gente tinha um camarim, a [Gabriela] Pugliesi foi no camarim falar com a Preta [Gil]. Não abracei ninguém, apertei a mão de ninguém. Mas o banheiro era em comum para os convidados e para nós que estávamos trabalhando. Eu não sei se na hora que fui ao banheiro eu encostei na maçaneta da porta, que a pessoa infectada encostou. Não sei como peguei, posso também nem ter pego no casamento”, afirmou.
Gabriela Pugliesi pede desculpas após fazer festa em casa durante quarentena
Pugliesi faz festa
Ao ser perguntado sobre pessoas que estão desrespeitando as medidas de isolamento social, Rafael afirmou que acha as atitudes “irresponsáveis”. No último fim de semana, a influenciadora digital Gabriela Pugliesi reuniu amigos em casa e publicou, em rede social, que se arrependeu.
“Não é só uma gripezinha, é bem pesado. Quem puder, fique em casa. Sobre isso [festa da Gabriela Pugliesi], eu vejo as pessoas indo para a casa de outros amigos ou dando ‘rolezinho’ na praia e saindo para correr, isso me deixa triste”, afirmou o músico.
“Acho muito irresponsável as pessoas não pensarem no outro. Essa coisa de ‘eu peguei e estou imune’, ninguém sabe. Ainda estão feitos estudos. Não sei se posso ter uma reinfecção. Tem que ficar em casa mesmo”, completou.
Devido à repercussão da festa, Pugliesi perdeu parceiros comerciais e saiu do Instagram enquanto perdia muitos de seus 4,4 milhões de seguidores.