Mourão inicia viagem com embaixadores à Amazônia e diz que visitará áreas afetadas pela ação humana e áreas preservadas

Vice-presidente disse que objetivo é mostrar à comunidade internacional que o Brasil ‘não tem o que esconder’ em relação à floresta. Viagem foi organizada após governo receber carta de embaixadores dizendo que desmatamento poderia prejudicar relação comerciais. O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, embarcou na manhã desta quarta-feira (4) para a Amazônia, onde visitará regiões da floresta Amazônica com embaixadores da comunidade internacional. Mourão disse que pretende mostrar tanto partes afetadas pela ação humana quanto partes preservadas.
A viagem foi organizada após oito países europeus enviarem uma carta ao vice-presidente afirmando que a alta do desmatamento poderia dificultar a importação de produtos brasileiros. A tentativa do governo é dar uma resposta às críticas que o país sofre na área ambiental. Mourão preside o Conselho da Amazônia.
“O grande objetivo da nossa viagem era mostrar que o governo brasileiro não tem o que esconder e que nós estamos abertos a todo e qualquer diálogo necessário para demonstrar a comunidade internacional os nossos compromissos”, afirmou Mourão antes de embarcar.
“Nós vamos fazer uma viagem que vai abranger parte da Amazônia que está antropizada e parte que não está. De modo que, ao final desse percurso, esses diplomatas tenham condições de tirar as suas próprias conclusões”, completou o vice-presidente.