Morre o escritor Antonio Bivar com Covid-19 em SP


Bivar tinha 81 anos e estava internado desde o dia 23 de junho no Hospital Sancta Maggiore, em Pinheiros, na Zona Oeste de São Paulo. O escritor e dramaturgo Antônio Bivar, em entrevista ao Programa do Jô em 2013
Reprodução/TV Globo
O escritor e dramaturgo Antonio Bivar morreu neste domingo (5) de Covid-19, aos 81 anos, em São Paulo. Ele estava internado desde o dia 23 de junho no Hospital Sancta Maggiore, em Pinheiros, na Zona Oeste da capital paulista. Segundo a instituição, Bivar teve complicações respiratórias.
O escritor é autor de clássicos do teatro nacional, entre suas principais obras estão as peças “Abre a Janela e Deixa Entrar o Ar Puro e o Sol da Manhã” (1968), “Cordélia Brasil” (1967) e o “O Cão Siamês ou Alzira Power” (1969).
Bivar também escreveu livros como “Yolanda”, que conta a história de Yolanda Penteado, e “o que é punk”, sobre o movimento punk. Em setembro de 2019 lançou seu último livro intitulado “Perseverança”, o qual conta parte de sua trajetória.
Initial plugin text