Morre Andy Gill, fundador e líder do Gang of Four


Grupo inglês não foi popular entre o grande público, mas todo mundo ouviu indiretamente sua obra relida por Legião Urbana, Titãs e Ira!, entre outros. Gang of Four, com Andy Gill ao centro
Divulgação
O grupo inglês Gang of Four anunciou neste sábado (1) em seus perfis nas redes sociais a morte do guitarrista e fundador do grupo, Andy Gill, de 64 anos.
O Gang of Four é um dos principais nomes do pós-punk. Foi criado na segunda metade da década de 1970 por Gill, Jon King (vocal), Dave Allen (baixo) e Hugo Burnham (baterista).
Lançou seu disco mais influente, “Entertainment!”, em 1979, justo quando se formava a geração do rock brasileiro que reinou na década seguinte.
Embora não tenha sido popular entre o grande público, o Gang of Four influenciou bandas nacionais de sucesso como Legião Urbana, Titãs, Ira! e outros. Em entrevista ao G1 em 2018, Gill disse que não sabia de sua influência no Brasil.
“Eu queria ter descoberto antes que o Gang of Four foi popular no Brasil, eu teria tentado ir para aí desde aquela época’, disse Andy Gill em entrevista ao G1
“Fomos provocativos sim, não ficávamos cima do muro. Tinha coisas de dub, de Bob Marley, de Bob Dylan, de Velvet Underground, de Hendrix, de James Brown. Não é que a gente fez música em um vácuo, mas eu nunca fui um imitador””, disse Andy Gill , sobre o conteúdo de suas músicas.
A banda visitou São Paulo pela primeira vez em 2006. Tocou no Cultura Inglesa Festival, em São Paulo, em 2011. No ano seguinte, Andy Gill tocou com Dado Villa Lobos e Marcelo Bonfá em shows de “tributo à Legião.” E voltou a tocar em São Paulo em 2018.