Mercedes-Benz lança EQC, seu primeiro carro elétrico no Brasil, por R$ 477.900


Valor inclui 3 anos de garantia, revisões, um carregador caseiro, com instalação e 1 ano de energia grátis. Modelo vai concorrer com o Jaguar I-Pace e o Audi E-Tron. Audi EQC
André Paixão/G1
A Mercedes-Benz anunciou nesta terça-feira (11) o preço de seu primeiro veículo elétrico no país. O EQC custará R$ 477.900, com garantia de 3 anos e revisões já inclusas no preço. O valor envolve ainda um carregador caseiro, com instalação e 1 ano de energia grátis.
O EQC vai concorrer com o Jaguar I-Pace, lançado no Brasil em maio de 2019, e que custa R$ 452.200. Outro rival é o Audi E-Tron, em pré-venda por R$ 459.990.
Qual é a do EQC
O EQC tem dois motores elétricos, posicionados um em cada eixo. Somados, eles entregam 408 cavalos e 78 kgfm. Segundo números de fábrica, ele acelera de 0 a 100 km/h em 5,1 segundos, com velocidade máxima limitada em 180 km/h.
Mercedes-Benz EQC
Divulgação
Baterias de íon de lítio garantem autonomia de mais de 400 km, de acordo com a Mercedes. A recarga de 80% da capacidade demora 50 minutos em carregador rápido, de 400V, diz a marca.
E esse mesmo nível é atingido em 7,5 horas numa tomada que pode ser instalada em casa (“wallbox”), em 220V. A Mercedes ainda não decidiu se o acessório será incluso no carro ou se somente poderá ser comprado à parte.
Seus dados são semelhantes aos dos rivais. O E-Tron, por exemplo, tem 417 km de autonomia – ambos podem rodar menos do que o I-Pace, que completa 470 km com uma recarga.
Na potência, Audi e Mercedes empatam em 408 cv, 8 cv a mais do que o Jaguar.
Mercedes-Benz EQC
Divulgação
O EQC é um pouco maior do o I-Pace. São 4,76 metros de comprimento, 1,88 m de largura e 1,62 m de altura. O entre-eixos é de 2,87 m. No porta-malas, vão 500 litros.
No entanto, ele é menor do que o Tesla Model X, rival no exterior, que tem mais de 5 metros de comprimento.
Em relação aos SUVs “convencionais” da Mercedes, ele fica ligeiramente acima do GLC.
Mais lançamentos
A 35 4M Sedan
André Paixão/G1
A Mercedes também lançou nesta terça o novo Classe A 35 4M Sedan, versão esportiva do sedã que já está à venda no país. Com motor 2.0 de 306 cv, ele custará R$ 279.990.
Com esse mesmo motor, também chega o sedã com jeito de cupê CLA 35. Seu preço, no entanto, é um pouco mais alto – R$ 299.900.
Por fim, a Mercedes também confirmou a chegada do SUV GLE 400 d, modelo grande, com capacidade para até 7 passageiros. Ele traz motor 2.9 diesel de 330 cv. Seu preço é de R$ 465.900.