MC Livinho migra do funk para o trap no álbum ‘Mágico dos flows’


♪ O trap é o novo vício musical de MC Livinho. Em cena desde 2008, o artista paulistano migra do funk para o trap sem abandonar para sempre o gênero musical que lhe deu projeção nacional em 2016 a partir da explosão da composição Cheia de marra.
Aos 26 anos, o cantor e compositor – nascido em novembro de 1994 com o nome de Oliver Decesary Santos – troca momentaneamente de estilo no vindouro álbum Mágico dos flows, produzido pelo próprio Livinho com DJ Tavares.
Segundo álbum de estúdio de discografia povoada por singles e EPs, Mágico dos flows vai chegar ao mundo cinco anos após Vagabundo romântico (2016), primeiro e até então único álbum do artista.
Mágico dos flows já tem um primeiro single em rotação desde sexta-feira, 19 de março. Trata-se de Novo vício, mix de trap e pop.
O repertório autoral do álbum é formado dez músicas inéditas. SUV (música gravada com a colaboração de MC Jhef) e Testemunha ocular (composição que junta Livinho com MC Rogério) estão entre as faixas do álbum Mágico dos flows.
Capa do single ‘Novo vício’, de MC Livinho
Divulgação