MC Livinho desistiu da carreira de jogador de futebol após pressão de contratantes de shows


Funkeiro foi contratado pelo Audax de Osasco, mas voltou atrás horas antes de se apresentar. Entenda relação do cantor com o esporte e o que o levou a desistir da carreira nos campos. Semana Pop mostra histórias de cantores que quase fizeram carreira no futebol
Não foi por acaso que MC Livinho, funkeiro de hits como “Hoje eu vou parar na gaiola”, despertou interesse no futebol profissional. Sua intimidade com a bola é conhecida no meio da música.
Em 2016, por exemplo, seu desempenho chamou a atenção em uma partida beneficente na Vila Belmiro, em Santos. Livinho fez cinco gols.
O talento, aliado à paixão pelo esporte, levaram o cantor a acertar a contratação com o Audax, time de Santos, no início deste mês. Ele chegou a ser regularizado no BID (Boletim Informativo Diário) da CBF.
MC Livinho chegou a ser inscrito como jogador do Audax
Reprodução/CBF
Mas, na última semana, horas antes de se apresentar como jogador do clube, Livinho desistiu do futuro nos campos. O motivo: o escasso espaço na agenda. Ele decidiu priorizar a música, após pressão de sua gravadora e de contratantes de shows.
O cantor não falou publicamente sobre o caso. Em uma publicação no Instagram, Rodrigo Oliveira, dono da produtora que trabalha com Livinho, agradeceu ao Audax, mas disse que o funkeiro não poderia seguir como jogador do time, pela dificuldade de conciliar os treinos e jogos com os projetos musicais.
Em nota, o time citou “motivos de força maior” para o cancelamento da coletiva de imprensa que iria apresentar o novo jogador.
“O Audax pede desculpas aos profissionais de mídia que demonstraram interesse em comparecer no evento. Infelizmente, a resolução do ocorrido está alheia aos nossos esforços.”
Conversa com empresários
O G1 apurou que o plano de Livinho no futebol era disputar as rodadas do Campeonato Paulista deste ano e, depois, se distanciar dos campos.
Mas, após o anúncio do clube sobre a contratação, gravadora e contratantes passaram a manifestar preocupação com os compromissos já marcados pelo cantor no período.
Mc Livinho em apresentação no Bloco do Urso, em Santa Rita do Sapucaí
Então Toma Audiovisual e Jonaan Fotografia
No dia anterior á data marcada para a apresentação do funkeiro no Audax, ele teve uma conversa definitiva com seus empresários, que falaram sobre o risco de rompimento nos contratos.
Livinho teria feito um balanço dos shows que poderia perder e, levando em consideração o retorno financeiro que teria no futebol, decidiu, então, seguir dando prioridade à música.
Na última sexta (13), com a decisão já tomada, o funkeiro lançou “Symphonia Remix”, em parceria com o DJ Alok.