Máscaras tornam-se criativas e item de moda nos Estados Unidos na era do coronavírus


Chance de contágio diminui ao usar máscara, segundo especialistas. Item de proteção ganhou status de acessório com tecidos coloridos e estampados. Mulher usa máscara de proteção estilizada em Los Angeles, nos Estados Unidos
Lucy Nicholson/Reuters
A pandemia de coronavírus fez com que uma simples máscara facial evoluísse para um item de moda nos Estados Unidos e no mundo.
Disponível em uma infinidade de estilos e padrões, a cobertura facial passou a ser vista em todos os lugares e substituiu rapidamente a camiseta como a maneira mais estilosa para quase todos – dos bombeiros e torcedores da NBA a amantes de punk rock e gatos – expressarem ao mundo o que amam.
Máscaras de proteção estilosas; veja FOTOS
“As pessoas estão ficando criativas com essas máscaras. Adoro a individualidade”, disse Johnny Pisano, músico que adicionou máscaras a uma linha de camisetas que ele vende online para os fãs.
As máscaras têm uma imagem de Pisano realizando seu movimento de palco tradicional – um pulo enquanto toca baixo.
Os artistas Allison Eden e Gary Goldenstein usam máscaras decoradas para lembrar o globo de luz da pista de dança durante a abertura da exposição ‘Studio 54: Night Magic’, sobre a aclamada boate nova-iorquina Studio 54, no Museu do Brooklyn, em Nova York
Cindy Ord/Getty Images/AFP
Nos Estados Unidos, 55% dos adultos relataram usar máscaras em público, de acordo com uma pesquisa da ABC/Ipsos divulgada em 10 de abril.
Agora elas são obrigatórias em vários supermercados, consultórios médicos e lojas dos EUA, e muitos seguem as determinações oficiais de usar máscara quando saem de casa e não é possível manter o distanciamento social para evitar a propagação da doença.
Marca paulistana Irrita vem produzindo máscaras com retalhos de tecidos nesta quarentena
Acervo Pessoal/Irrita
A tendência também chegou ao Brasil e estilistas estão usando retalhos de tecidos para confeccionar máscaras estampadas e cheias de estilo.
Além de vender as máscaras estilizadas no varejo, lojas também doam para profissionais da saúde e de serviços essenciais.
Uso de máscara é importante para diminuir a probabilidade de contágio