Martinho da Vila se une a Teresa Cristina na mistura homogênea de álbum que traz ‘Orações alegres’


Artista também lança livros em que apresenta Cartola e Noel Rosa para o público infanto-juvenil. ♪ Aos 83 anos, Martinho da Vila continua com alta produtividade de músicas e discos – sem falar nos livros, área em que estreia no mercado infanto-juvenil em setembro com dois livros em que apresenta os compositores Cartola (1908 – 1980) e Noel Rosa (1910 – 1937) para o público jovem.
Além de ter retomado a parceria com Noca da Portela após 43 anos com a criação do samba Vidas negras importam (apresentado em single editado em maio) e de ter feito conexão com o rapper Djonga para difundir o samba-rap Era de Aquarius (lançado em single disponibilizado em julho), o artista fluminense prepara dueto com Teresa Cristina.
A cantora carioca é a convidada de Martinho da Vila no ainda inédito samba Unidos e misturados, composto por Martinho em parceria com Zé Katimba.
Os três sambas compõem o repertório do próximo álbum de músicas inéditas de Martinho da Vila, Mistura homogênea, o primeiro do artista no gênero desde Rio: só vendo a vista (2020), disco lançado em novembro.
Para o álbum Mistura homogênea, Martinho já compôs músicas como a ainda inédita Orações alegres, com versos que pregam a liberdade e a diversidade religiosa.