Maria Rita se afina com Fred Camacho em samba gravado para o segundo álbum do compositor


O single ‘Fale quem quiser’ tem lançamento programado para a próxima sexta-feira, 23 de julho. ♪ Desde que Maria Rita entrou na roda e passou a priorizar o samba no repertório, a partir do álbum Samba meu (2007), a cantora paulistana já gravou várias músicas de autoria do compositor carioca Fred Camacho, parceiro do bamba Arlindo Cruz.
O que é o amor (Arlindo Cruz, Fred Camacho e Maurição, 2007), Rumo ao infinito (Arlindo Cruz, Fred Camacho e Marcelinho Moreira, 2014) e Perfeita sintonia (Fred Camacho, Leandro Fab e Marcelinho Moreira, 2018) são alguns sambas do artista que já ganharam a voz de Maria Rita.
Na próxima sexta-feira, 23 de julho, essa lista aumentará com a edição do single que apresenta dueto da cantora com o compositor em samba inédito, Fale quem quiser, de autoria de Camacho com o parceiro Leandro Fab.
Maria Rita com Fred Camacho em estúdio na gravação do samba ‘Fale quem quiser’
Divulgação
Juntos pela primeira vez em estúdio, Camacho e Maria Rita harmonizam vozes para defender samba que retrata casal afinado, de sintonia enfatizada por versos como “O nosso amor é devoção e axé / É lua cheia e paz no coração / Venha o que vier / A vida sempre aponta uma direção / Vamos caminhar com nossos planos / E trilhar novos caminhos / Sem espinhos / E seja o que for / Não deixo de ser quem eu sou / Nada é mais forte que o nosso amor”.
A gravação do samba Fale quem quiser foi feita com arranjo de Rafael dos Anjos para o segundo álbum de Camacho, gravado com produção musical de Pretinho da Serrinha e previsto para ser lançado neste segundo semestre de 2021.
Anunciado em dezembro com a edição do single que apresentou o então inédito samba É hora (Cassiano Andrade, Fabrício Fontes e Fred Camacho, 2020), gravado com a participação de Xande de Pilares, o segundo álbum de Fred Camacho também inclui a reciclagem da gravação do samba Lente de contato (Jorge Simas, Wanderson Martins e Zeca Pagodinho, 1990), feita originalmente com Zeca Pagodinho para o primeiro álbum de Camacho (lançado em 2012) e remixada para o vindouro disco de 2021. Com nova voz posta por Camacho, o single com Lente de contato foi editado em fevereiro.