Luan Santana pode fazer história ao entrar na onda das lives patrocinadas e solidárias


Apresentação ao vivo do cantor está agendada para as 18h do domingo, 26 de abril. ♪ ANÁLISE – Gusttavo Lima já fez. Duas vezes. Marília Mendonça também fez uma e já prepara outra. Faltava ele, Luan Santana, estrela de primeira grandeza do universo pop sertanejo que rivaliza em popularidade com Gusttavo e Marília. Mas em breve não faltará mais.
O cantor e compositor de origem sul mato-grossense entrou na onda das apresentações ao vivo via internet e agendou para as 18h do próximo domingo, 26 de abril, a primeira live da carreira iniciada em 2007.
Luan debutará no mercado das lives patrocinadas e solidárias com apresentação retrospectiva que poderá ser vista no canal oficial do artista no YouTube. A live de Luan tem até título, História, nome revelador do tom revisionista do evento.
Ao longo de roteiro que prevê cerca de 60 músicas em mais de 50 números, o cantor dará voz a um vasto repertório que cobre todas as fases da discografia iniciada em 2008. Em algumas músicas, Luan se acompanhará ao violão. Em outras, o astro lançará mão de bases instrumentais pré-gravadas – como fez Marília Mendonça.
Está prevista a participação virtual da dupla sertaneja Zezé Di Camargo & Luciano na live de Luan. Outros artistas poderão ser confirmados ao longo desta semana.
E-flyer da live de Luan Santana
Reprodução / Twitter Luan Santana
Como Luan permanece no auge ao longo dos 12 anos de carreira, a expectativa do artista (e da equipe que gerencia a carreira do cantor) é de um público de milhões de pessoas. Por mais disfarçada que seja, tal expectativa é fruto de competição silenciosa que reina no mercado pop sertanejo, inclusive no que diz respeito às lives.
Nesse momento em que os shows estão inviabilizados por conta do isolamento social, os resultados de uma live – tanto em número de visualizações como em quantidade de donativos arrecadados para ajudar o combate contra a pandemia do coronavírus – são indicadores confiáveis da força de um artista do mainstream (leia-se de um artista associado ao universo sertanejo ou ao funk) no mercado de música pop.
A julgar pelo desenvolvimento da bem-sucedida carreira do cantor de recém-completados 29 anos, Luan Santana deverá cumprir essa expectativa com a live e talvez até fazer história no gênero.