Luan Santana mira mercado musical de língua hispânica ao trocar de gravadora


Cantor tem projeto de lançar canções em espanhol ao longo de 2021 para ‘conquistar o mundo’. Luan Santana já é do elenco da Sony Music, gravadora que tem Gusttavo Lima no elenco
Bruno Fioravanti / Divulgação
♪ Firmada em contrato assinado no segundo semestre de 2020, a ida de Luan Santana para a gravadora Sony Music – assunto até então quase inteiramente restrito aos bastidores da indústria fonográfica – está sendo revelada oficialmente neste mês de fevereiro de 2021.
Os discursos protocolares do cantor e do diretor da companhia ecoam clichês. “Luan é um artista maravilhoso, com um grande futuro pela frente e todos na Sony estão muito emocionados por lhe dar as boas-vindas à nossa família”, saúda Afo Verde, CEO da companhia fonográfica na região latino-ibérica.
“Quero escrever esta nova história com os meus fãs e conquistar o mundo que, junto com a Sony, vai me ajudar a mostrar a música e o romantismo do Brasil”, celebra Luan, sinalizando a intenção de investir no mercado internacional.
O foco de Luan Santana é precisamente o mercado latino formado pelos países de língua hispânica. Ao longo de 2021, o artista deverá lançar músicas gravadas em espanhol com produtores musicais atuantes desse mercado latino.
Curiosamente, ao se transferir da Som Livre, gravadora na qual se projetou em todo o Brasil a partir da explosão da canção Meteoro (Fernando Fraki de Assis) em 2009, Luan Santana fica na mesma companhia que abriga Gusttavo Lima, cantor para o qual Luan perdeu espaço ao longo de 2020 no mercado brasileiro.