Logan Williams, ator de ‘The Flash’, morreu aos 16 anos por overdose acidental, conclui relatório


Ele sofria de problemas de saúde mental e tomou dose letal de fentanil, opioide sintético 100 vezes mais forte que a heroína, em abril de 2020. Logan Williams em cena de ‘The Flash’
Reprodução
O ator Logan Williams, que fez uma participação na série “The Flash”, morreu por uma overdose acidental de fentanil, opioide sintético 100 vezes mais forte que a heroína, concluiu um relatório do Departamento de Legistas da Colúmbia Britânica, no Canadá.
Logan morreu aos 16 anos em abril de 2020. O relatório diz que Logan “lutava contra problemas de saúde mental e tinha histórico de consumir drogas ilícitas”.
Em “The Flash”, Williams interpretou um jovem Barry Allen, personagem vivido por Gustin.
O protagonista da série, Grant Gustin, lamentou em abril de 2020 a notícia ao publicar uma foto com Williams em seu perfil no Instagram.
“Eu fiquei tão impressionado não apenas pelo talento de Logan, mas por seu profissionalismo nas gravações. Meus pensamentos e orações vão para ele e sua família neste que tenho certeza ser um momento inimaginavelmente difícil para eles”, escreveu.
Ao jornal canadense “Tri-City News”, a mãe do ator disse estar “absolutamente devastada”.
Initial plugin text
Semana Pop mostra 6 casos de pessoas que não gostaram de aparecer em capas de discos