Lagum reúne Mart’nália e o rapper L7nnon em single produzido por Papatinho


A música ‘Eita menina’ é a quarta faixa revelada do próximo álbum da banda mineira. ♪ A banda anfitriã, Lagum, é de Minas Gerais. Os dois convidados, Mar’nália e L7nnon (de pé, ao centro, na foto de Sarah Leal), são naturais do Rio de Janeiro (RJ), cidade natal do produtor musical e beatmaker Papatinho (sentado à direita, de boné).
Foi nessa ponte musical Minas-Rio que o grupo Lagum gravou o quarto single do álbum de músicas inéditas que Pedro Calais (voz), Otávio Cardoso (voz e guitarra), Glauco Borges (guitarra), Francisco Jardim (baixo) planejam lançar ainda neste segundo semestre de 2021.
O single se chama Eita menina e chega ao mundo digital na quinta-feira, 22 de julho. A ideia foi turbinar o pop da banda mineira com o canto manemolente de Mart’nália – artista identificada com samba de tom maroto – e com a prosódia do rapper skatista L7nnon, nome artístico do cantor e compositor Lennon dos Santos Barbosa Frassetti, artista em ascensão na cena do hip hop carioca.
Tudo e todos ficaram juntos e misturados no single Eita menina com a produção musical de Papatinho, nome que já estava há dois anos no radar do grupo Lagum desde que os músicos se encantaram com o terceiro álbum solo do rapper fluminense Gustavo Black Alien, Abaixo de zero – Hello hell (2019), produzido por Papatinho.
Na discografia do Lagum, a gravação de Eita menina sucede os singles Eu e minhas paranoias (apresentado em abril), Musa do inverno (editado em janeiro) e Ninguém me ensinou (2020), single lançado em 1º de outubro do ano passado como homenagem póstuma ao baterista da banda, Breno Braga Batista (1986 – 2020), o Tio Wilson, então recentemente falecido.