Laboratório realiza primeira clonagem de gato na China

Os primeiros gatos clonados na China

Os primeiros gatos clonados na China
Divulgação/Sinogene

A empresa Sinogene anunciou o nascimento do primeiro clone de um gato de estimação na China. As informações foram publicadas pelo jornal norte-americano The New York Times

Leia também: Hambúrguer de R$ 1 milhão feito em laboratório custará R$ 40 em 2 anos

Após a morte do mascote Garlic, Huang Yu, 22 anos, lembrou de ter lido sobre a clonagem de cachorros e guardou o corpo do animal no refrigerador. O jovem desembolsou 35 mil dólares, cerca de R$ 140 mil, e esperou sete meses até que o gatinho pudesse ‘voltar’ para casa. 

O sucesso na clonagem do gato Garlic coloca a China ao lado de países como Estados Unidos, Reino Unido e Coreia do Sul, onde donos podem contratar esse tipo de serviço há alguns anos.

O laboratório oferece em seu site a clonagem de cachorro, gatos e até de cavalos. Existe também a possibilidade de guardar o material genético de algum animal para realizar o procedimento no futuro. 

Leia mais: Sêmen congelado consegue sobreviver ao espaço, diz pesquisa

O executivo chefe da Sinogene disse ao jornal New York Times que a empresa realizou mais de 40 clonagens de cachorro desde 2015, alguns para pesquisa científica outros para donos de animais de estimação. O armazenamento de material genético foi contratado por 100 pessoas até o momento.

Veja também:

Arraia pede ajuda a mergulhadores para retirar um anzol preso no olho