Kim Kardashian fala sobre transtorno bipolar de Kanye West e pede ‘compaixão e empatia’


‘Ele é uma pessoa brilhante, mas complicada’, escreveu empresária em post. Rapper tenta concorrer às eleições americanas e fez publicações polêmicas sobre a esposa nos últimos dias. Kanye West e Kim Kardashian em festa da Harper’s Bazaar’s no Plaza Hotel, durante a NY Fashion Week, em Nova York, no dia 9 de setembro
Reuters/Andrew Kelly
A empresária e digital influencer Kim Kardashian fez posts no Instagram nesta quarta (22) para falar sobre o transtorno bipolar do marido Kanye West e pediu “compaixão e empatia”.
Nos últimos dias, West tem feito comentários e posts polêmicos nas redes sociais e em eventos:
West chorou ao fazer um discurso antiaborto durante uma manifestação política, em Charleston, Carolina do Sul, depois de anunciar que vai se candidatar às eleições americanas;
Depois, fez um post no Twitter falando que Kim queria interná-lo após a aparição pública;
Ele também afirmou que tenta se separar há 2 anos da empresária, mas apagou a publicação nesta quarta.
Kim publicou um longo texto falando sobre o marido depois desses acontecimentos:
“Como muitos de vocês sabem, Kanye tem transtorno bipolar. Quem tem isso ou tem um ente querido em sua vida sabe o quão incrivelmente complicado e doloroso é entender”, escreveu.
“Eu nunca falei publicamente sobre como isso nos afetou em casa, porque eu sou muito protetora dos nossos filhos e do direito de Kanye à privacidade quando se trata de sua saúde. Mas hoje, sinto que devo comentar sobre sua saúde, por causa do estigma e equívocos sobre saúde mental”, continuou.
A empresária falou que entende a exposição do marido por ser uma figura pública e a repercussão que seus comentários podem ter.
“Ele é uma pessoa brilhante, mas complicada, que, além das pressões de ser um artista e um homem negro, viveu a dolorosa morte de sua mãe, e ainda tem que lidar com a pressão e o isolamento que é intensificado pelo seu transtorno bipolar”, explica.
Por fim, a empresária pediu que a compreensão da imprensa e dos fãs com o marido:
“Eu peço gentilmente que a mídia e o público nos dê a compaixão e empatia que são necessárias para que possamos superar isso”, finalizou.
Kim e Kanye são pais de North, de 7 anos, Saint, 4 anos e meio, Chicago, 2 anos e meio, e Psalm, de um ano.
Semana Pop lembra de famosos que se arriscaram na carreira política nos Estados Unidos