Karol Conka retrata ‘Tempos insanos’ em single sombrio produzido por WC no Beat


♪ “Nem preciso dizer que eu tô no comando (é) / Nesse barco só fica quem estiver remando (vixi) / Carta na manga, já tenho os meus planos (hum) / Eu tô deslizando em tempos insanos” rima Karol Conka, no habitual tom empoderado, em versos de Tempos insanos.
A artista apresenta essa música inédita em single lançado na sexta-feira, 3 de julho, simultaneamente com clipe produzido na cidade de São Paulo (SP) com efeitos visuais e intervenções gráficas, sob direção de Arthur Carratu e Haruo Kaneko, e com a colaboração do grafiteiro e escultor Jey 77 na direção de arte.
Foi durante o isolamento social que Karol Conka compôs Tempos insanos, música que alude na letra a sentimentos da rapper curitibana durante a pandemia do covid-19. A batida sombria criada por WC no Beat valoriza a composição.
Nome artístico do produtor e DJ capixaba Weslley Costa, WC no Beat deu forma ao single Tempos insanos em parceria com dois emergentes produtores norte-americanos, Ryan O’Neil e Xavi.
Capa do single ‘Tempos insanos’, de Karol Conka
Divulgação
A música Tempos insanos é nova, mas a parceria de Karol Conka com o produtor de trapfunk já é recorrente. A artista integra o time de convidados do ainda inédito segundo álbum de WC no Beat, Griff, ao lado de nomes como Anitta e Ludmilla.
No clipe de Tempos insanos, Karol Conka expõe notícias verídicas desse momento tenso do mundo através de recentes manchetes de jornais, vistas no clipe em espécie de colagem, como se os jornais fossem os papéis de parede de um ambiente fechado no qual a imagem da artista aparece sob diversas formas e cores, por conta de efeitos visuais.
A ideia da artista com o single e o clipe de Tempos insanos foi “transmitir coragem e fé” nesse ano sombrio.