Justiça dos EUA aceita recurso de Bill Cosby para revisar condenação por agressão sexual


Corte estadual da Pennsylvania vai rever duas contestações da defesa de Bill Cosby sobre o julgamento; ele está preso há dois anos. 25 de setembro de 2018 – O comediante Bill Cosby é escoltado ao deixar o Tribunal do Condado de Montgomery em Eagleview, na Pensilvânia (EUA), após ser sentenciado de 3 a 10 anos de prisão por agressão sexual
Jacqueline Larma/AP
A Superma Corte estadual da Pennsylvania aceitou um recurso da defesa de Bill Cosby para revisar dois aspectos da decisão que o condenou a prisão por agressão sexual em 2018.
O comediante de 82 anos está preso há dois anos, cumprindo sentença que vai de três a dez anos. Ele foi condenado por drogar e agredir sexualmente uma mulher em 2004.
A primeira revisão será sobre a decisão de deixar os promotores chamarem para o julgamento outras cinco mulheres que acusavam Cosby em casos diferentes e incluir evidências de que ele teria drogado essas mulheres no passado.
Outro pedido da defesa que será examinado é a alegação de que o testemunho inicial de Cosby teria sido dado perante um acordo com a promotoria de que ele não seria acusado no caso.
Ainda não foram marcadas as datas de audiências da apelação. Veja os detalhes sobre a condenção do comediante em 2018.
Comediante americano Bill Cosby é condenado por abuso sexual