Justiça determina buscas em set onde Alec Baldwin matou diretora de fotografia com arma de cenografia

Entre os detalhes já informados estão que nem o ator Alec Baldwin nem assistente de direção sabiam que arma estava carregada com munição. Alec Baldwin foi informado que arma cenográfica era segura antes de disparo que matou diretora, diz polícia
A polícia do condado de Santa Fe faz buscas no set de filmagem onde o ator americano Alec Baldwin matou acidentalmente a diretora de fotografia Halyna Hutchins e feriu o diretor Joel Souza.
O mandado de busca e apreensão foi autorizado pela Justiça de Santa Fe, nos EUA, na sexta-feira (22), e revela mais detalhes sobre a morte de Hutchins durante a filmagem do longa metragem “Rust”.
Entre o material recolhido estão armas e munições, além de documentos, câmeras, filmagens, cartões de memória, computadores e celulares. A roupa de velho oeste usada por Baldwin também foi levada. Além disso, a polícia ouviu depoimentos de pessoas que estavam no local.
Veja os detalhes revelados pelo documento da polícia, segundo jornais e agências internacionais:
O ator Alec Baldwin recebeu a arma da mão de um assistente de direção sem saber que ela tinha munição antes de atirar e matar a diretora de fotografia Halyna Hutchins.
O assistente de direção que entregou a arma para Baldwin também não sabia que ela estava carregada com munição.
No mandado há a lista de integrantes da equipe escalada para trabalhar no set no dia do incidente. Entre eles estava Hannah Gutierrez Reed, responsável pelo manuseio e segurança das armas. De acordo com a imprensa norte-americana, ela trabalhava com isso há pouco tempo.
Segundo o documento, havia três armas em um carrinho do lado de fora do local da filmagem, deixadas por Hannah Gutierrez Reed. O assistente de direção pegou uma delas, entregou a Baldwin e disse: “Cold Gun”, o que nos EUA significa arma limpa ou sem balas reais.
Segundo Juan Rios, porta-voz da polícia, o foco da investigação é saber o tipo da munição que estava na arma e como ela chegou ao estúdio.
“A investigação continua ativa e em andamento e os investigadores entraram no set de filmagem na sexta-feira e continuam entrevistando possíveis testemunhas”, disse Rios.
Veja diferença entre bala convencional e bala de festim
Baldwin depõe e chora
Um porta-voz de Baldwin disse que a morte foi um acidente. Baldwin depôs e foi liberado. Uma foto do jornal local “Santa Fe New Mexican” mostra o ator chorando enquanto falava ao telefone do lado de fora da delegacia.
O disparo aconteceu durante uma cena, segundo a polícia, mas ainda não se sabe se era um ensaio ou uma gravação. “Detetives estão investigando como e que tipo de munição foi disparado”.
“Esta investigação permanece aberta e ativa”, afirmou Juan Rios. “Nenhuma acusação foi apresentada em relação a este incidente. As testemunhas continuam a ser ouvidas”.
A produção do filme foi paralisada.
VEJA TAMBÉM:
Alec Baldwin apaga foto em que aparece com mancha de sangue no set de ‘Rust’ após a morte de Halyna Hutchins
Alec Baldwin: ator tem indicação ao Oscar e carreira premiada que vai da comédia ao drama
O que é e como funciona uma arma cenográfica com ‘bala de festim’
Filme ‘Rust’ conta a história de garoto e avô em fuga após acusação por morte acidental
Brandon Lee e outros: conheça casos de pessoas que morreram durante gravações
Veja o que se sabe e o que falta esclarecer
Filme sobre morte acidental
“Rust” é um filme de velho oeste estrelado e produzido por Baldwin (“Missão: Impossível – Efeito fallout”) que também tem no elenco Jensen Ackles (“Supernatural”) e Travis Fimmel (“Vikings”).
Baldwin interpreta o personagem que dá o nome ao filme, que se passa no Kansas em 1880 e conta história de garoto e avô em fuga após acusação por morte acidental.
Halyna Hutchins
Halyna Hutchins: quem era diretora morta por Alec Baldwin em set
Halyna Hutchins tinha 42 anos e era diretora de fotografia. Ela já fez filmes, curtas e produções para a televisão desde 2012, segundo o site IMDb.
Ela nasceu na Ucrânia, cresceu em uma base militar soviética no Circulo Polar Ártico e estudou jornalismo em seu país e cinema em Los Angeles.
Como diretora de fotografia, ela trabalhou em filmes como “Archenemy” (2020), com Joe Manganiello, “Blindfire” (2020) e “The Mad Hatter” (2021).
Na terça-feira (19), dois dias antes do incidente, ela publicou um vídeo em seu perfil no Instagram no set de “Rust”.
“Um dos benefícios de gravar um filme de velho oeste é que você pode andar a cavalo na sua folga”, afirmou Hutchins.
O brasileiro Dennis Zanatta, cinegrafista e diretor de fotografia, era amigo de Halyna Hutchins. Os dois estudaram cinema em Los Angeles, e Zanatta, quando soube do acidente, chegou a mandar uma mensagem para o celular dela perguntando se estava tudo bem.
Em entrevista à GloboNews, ele afirmou ter ficado em choque ao receber a notícia de que a amiga, a quem considera como uma irmã, havia sido baleada (veja no vídeo abaixo).
Brasileiro amigo de Halyna Hutchins mandou mensagem sem saber que diretora era a vítima do disparo
Veja VÍDEOS sobre a morte de Halyna Hutchins:
Initial plugin text