Jovem de escola pública aprovada em seis vestibulares e em mestrado da Fiocruz dá dicas para obter nota boa no Enem 2021


Para Ramila Alencar, duas palavras-chave devem guiar estudantes que desejam uma boa nota no Enem: organização e planejamento. Jovem de escola pública aprovada em seis vestibulares e em mestrado da Fiocruz dá dicas para o Enem
Reprodução/Freepik
Estudante de escola pública durante toda a vida, a bióloga Ramila Alencar compartilhou com o g1 algumas dicas de preparação para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Quando concluiu o ensino médio, ela conseguiu aprovação em seis vestibulares em universidades públicas.
No Brasil todo, mais de três milhões de estudantes, inscritos no Exame, têm se esforçado para alcançar um bom resultado na prova que acontece nos dias 21 e 28 de novembro.
Compartilhe esta notícia no WhatsApp
Compartilhe esta notícia no Telegram
Ramila, que é natural de Pio IX, cidade a 400 km de Teresina, foi aprovada em seis vestibulares, alguns quando ainda estava no 2º ano do ensino médio. Entre eles, administração, engenharia agronômica e fisioterapia. Em 2020, Ramila também conquistou uma vaga para o mestrado da Fiocruz, em saúde pública e meio ambiente.
De acordo com a estudante, existem duas palavras-chave para guiar quem deseja uma boa nota no Enem: organização e planejamento. Segundo ela, o ideal é que a preparação do aluno inicie antes mesmo do último ano do Ensino Médio. Contudo, caso isso não tenha acontecido, não é preciso se desesperar.
Ramila Alencar superou dificuldades morando no interior do Piauí para conquistar sonhos através do estudo
Arquivo pessoal
“É bom se preparar a longo prazo. Organização e planejamento são essenciais para qualquer seleção que você for fazer. No caso do Enem, há conteúdos fundamentais, e é importante saber quais são, acompanhar os assuntos para além do que é ensinado na escola”, disse a jovem.
Enem 2021 tem 3,1 milhões de inscritos confirmados, menor número desde 2005
Para Ramila, uma alternativa é acompanhar professores e demais profissionais que analisam provas de edições anteriores do Enem, e conhecem as principais características do exame.
A estudante acredita que, desta forma, é preferível dar prioridade para estudar e resolver questões relacionadas a assuntos frequentes em vez de estudar todos os conteúdos que podem estar na prova.
“Tem pessoas que conhecem bem o Enem, há uma sequência de assuntos. Por exemplo, em Biologia, há assuntos-base, que sempre caem na prova: ecologia, genética, evolução. Tem outros que raramente caem. É bom focar sua energia e tempo de estudo nesses assuntos que tem o costume de cair, não focar em estudar tudo porque você pode perder tempo e se sobrecarregar”, orientou.
A jovem, que trabalhou como babá enquanto estudava para ajudar nas despesas de casa e custear cursinhos para o Enem, relatou que também teve acesso, de forma gratuita, a muitos materiais didáticos na internet.
“É muito bacana poder contar com aulas online, apostilas com questões para resolver… Tem muita coisa gratuita na internet, que tem esse poder de ajudar”, completou.
Confira as quatro dicas principais:
Enem 2020 será adiado por causa da pandemia no coronavírus
André Melo Andrade/Myphoto Press/Estadão Conteúdo
Organizar um planejamento de estudos, com base nos seus objetivos;
Estudar, sobretudo, os assuntos frequentemente abordados em edições do Enem;
Usufruir de cursos e apostilas disponíveis na internet;
Evitar a sobrecarga e manter o foco, a tranquilidade e o pensamento positivo.
* Estagiária sob supervisão de Maria Romero.
Confira as últimas notícias do g1 Piauí
VÍDEOS: Assista às notícias mais vistas da Rede Clube