Jorge Ben Jor entra em campo com Rappin’ Hood para festejar os 110 anos do Corinthians


Artistas recorrem a São Jorge no single ‘O guerreiro da Capadócia’ para saudar o time paulistano de futebol. Capa do single ‘O guerreiro da Capadócia’, de Rappin’ Hood com Jorge Ben Jor
Reprodução
♪ Embora seja notório torcedor do Flamengo, time carioca de futebol, Jorge Ben Jor entra em campo nesta terça-feira, 1º de setembro, em tabelinha com Rappin’ Hood, para festejar em single inédito os 110 anos do Corinthians, um dos mais tradicionais clubes do futebol de São Paulo.
O guerreiro da Capadócia é o nome da música composta e interpretada pelos dois artistas no disco. Devoto de São Jorge, o craque musical rubro-negro saúda o time paulistano – fundado em 1º de setembro de 1910 – sem esquecer o santo no qual sempre põe fé.
“Pois o guerreiro da Capadócia desceu no parque para abençoar / Qual é o nome do parque? / Parque São Jorge”, canta Ben Jor, citando o parque no qual o clube de futebol está sediado na cidade de São Paulo (SP).
Corintiano desde a infância, Antônio Luiz Júnior – nome de batismo do rapper paulistano conhecido como Rappin’ Hood – também saúda São Jorge no rap inserido nessa composição que abre a parceria dos artistas.
Ben Jor e Rappin’ Hood trabalharam na criação da música por cerca de dois anos. Em que pese tanta devoção à música, ao santo e ao futebol, o single O guerreiro da Capadócia é chute que passa longe da trave se comparado com produções anteriores do compositor flamenguista no gênero futebolístico.