Jorge Aragão reflete sobre efeitos da pandemia no single ‘2020 d.C.’, gravado entre Salvador e Nova York


♪ Aos 72 anos, Jorge Aragão já contabiliza algumas internações para tratar problemas cardíacos. Em 13 de outubro de 2020, contudo, o cantor, compositor e músico carioca deu entrada em hospital da cidade natal do Rio de Janeiro (RJ) por ter contraído pneumonia viral em decorrência da infecção pelo covid-19.
Ao lutar contra a doença, Aragão chegou a ficar alguns dias em Unidade de Tratamento Intensivo (UPI), sem saber se sairia vivo da guerra contra o covid.
O tempo de permanência no front inspirou o bamba a compor 2020 d.C. – música gravada entre o Brasil e os Estados Unidos para ser lançada em single.
Plenamente recuperado, e já de volta aos palcos, Aragão lança na sexta-feira, 17 de setembro, o single 2020 d.C. com a gravação dessa música inédita, produzida entre A Lagoa Grande Studios, em Salvador (BA), e o Penthouse Studios / Quad Records, situado em Nova York (EUA).
Na letra de 2020 d.C., o artista reflete sobre os acontecimentos que abalaram o mundo ao longo de 2020 com o surgimento da pandemia.
Capa do single ‘2020 d.C.’, de Jorge Aragão
Yves Lohan