Johnny Depp deixa franquia ‘Animais fantásticos’ após perder ação contra jornal que o chamou de ‘espancador de esposa’


Segundo o ator, ele foi ‘convidado pela Warner Bros. a renunciar ao papel’. Depp disse que vai recorrer da decisão do Tribunal Britânico. Johnny Depp fala de ‘Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald’ na Comic-Con 2018
Chris Pizzello/Invision/AP
Johnny Depp não vai mais interpretar Gellert Grindelwald na franquia “Animais fantásticos”, do universo de “Harry Potter”, segundo um comunicado divulgado em seu Instagram nesta sexta-feira (6).
“Gostaria de informar que fui convidado pela Warner Bros. a renunciar ao meu papel como Grindelwald em ‘Animais fantásticos’ e eu respeitei e concordei com esse pedido.”
Nesta semana, o ator perdeu a ação que movia contra um tabloide inglês que o chamou de “espancador de esposa”. O Juiz responsável pelo caso afirmou ter aceitado alegações da ex-mulher do ator, a atriz Amber Heard, de que ele a havia agredido durante seu relacionamento de cinco anos.
Na nota desta sexta, Depp afirmou que vai recorrer da decisão.
“O julgamento surreal do tribunal do Reino Unido não mudará minha luta para dizer a verdade e confirmo que pretendo apelar. Minha decisão continua forte e pretendo provar que as acusações contra mim são falsas. Minha vida e carreira não serão definidas por este momento.”
Initial plugin text
Ação contra jornal
Depp, de 57 anos, processou o News Group Newspapers, os editores do “Sun” e um de seus jornalistas, Dan Wootton, por causa de um artigo de 2018 que afirmava que ele tinha sido violento com Heard, 34.
O juiz Andrew Nicol decidiu que as alegações do jornal eram “substancialmente verdadeiras”. Ao longo de três semanas na Suprema Corte de Londres em julho, o juiz ouviu Depp e Heard. Segundo a atriz, Depp se tornava ciumento depois de consumir drogas e álcool e, com frequência, ameaçava matá-la.