Joanna reacende ‘Chama’ em dueto com João Fênix para single do cantor


♪ Na semana em que lançou o primeiro álbum de músicas inéditas em 19 anos, Aqui e agora, Joanna voltou aos estúdios na cidade natal do Rio de Janeiro (RJ).
A convite de João Fênix, a cantora foi ao estúdio da gravadora Biscoito Fino na noite de segunda-feira, 22 de dezembro, regravar Chama, música de autoria dos compositores pernambucanos Geraldo Amaral e Aristides Guimarães que batizou o terceiro álbum de Joanna, lançado em 1981.
A gravação foi feita com produção musical do maestro Jaime Alem para single que será lançado por Fênix em 2021.
Um dos maiores sucessos de Joanna, Chama ganhou a voz de João Fênix no ano passado quando, por sugestão de Jean Wyllys, entrou no roteiro do show Minha boca não tem nome (2019), abrindo o segundo ato do espetáculo em abordagem calcada no toque dos teclados de Dustan Gallas.
O número foi um dos pontos altos do show, o que motivou o cantor de origem pernambucana a registrar Chama em estúdio com Joanna para a edição de single. A gravação tinha sido planejada para o primeiro semestre de 2020, mas foi adiada por conta do isolamento social.