Jean-Luc Godard anuncia plano de aposentadoria após mais dois filmes: ‘Depois disso, direi: ‘Adeus, cinema”


Aos 90 anos, cineasta francês tem dois roteiros prontos para produzir antes de se despedir dos cinemas. O diretor Jean-Luc Godard
AFP
Jean-Luc Godard revelou seu plano de aposentadoria em breve. Aos 90 anos de idade, o premiado cineasta francês afirmou que, antes, fará mais dos filmes.
“Estou finalizando a minha vida no cinema — sim, minha vida de cineasta — com mais dois roteiros. Depois disso, eu direi: ‘Adeus, cinema!'”, declarou Godard durante uma entrevista virtual Para o Festival Internacional de Cinema de Kerala.
Ao longo do bate-papo, ele mostrou o roteiro de uma das obras que pretende levar ao cinema antes de sua aposentadoria.
Godard foi um dos fundadores da nouvelle vague, a “nova onda” da França. Ao longo de quase 70 anos de carreira, o cineasta produziu mais de 40 longas-metragens, numerosos curtas, documentários experimentais, ensaios cinematográficos e vídeos de música.
Entre suas obras de maior destaque estão “Acossado” (1960) e “O desprezo” (1963).
Godard também é responsável por filmes como “Viver a Vida” (1962), “Week-End à Francesa” (1967), “Carmen” (1983), “Eu Vos Saúdo Maria” (1985) e “Adeus à Linguagem” (2014).
Seu filme mais recente, “Imagem e Palavra (The Image Book)”, foi lançado em 2018 durante o Festival de Cannes.
Jean Luc Godard é o tema da coluna de Nelson Motta