Irmãs gêmeas chegam juntas para prestar Enem pela primeira vez, em Mogi das Cruzes


A dupla enfrentou o desafio de se preparar para a prova durante a Covid-19. Celina Cristina Ferreira e Celena de Paula Ferreira Januário chegaram ao local de prova com três horas de antecedência.
Erasmo Marques
Duas irmãs gêmeas estão vivendo a experiência de fazer a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) pela primeira vez, neste domingo (21). Elas chegaram juntas ao local de prova em uma universidade de Mogi das Cruzes, por volta das 10h.
Celina Cristina Ferreira e Celena de Paula Ferreira Januário contam que o esforço para quem precisou se preparar durante a pandemia de Covid-19 foi grande, principalmente pela falta de aulas presenciais.
“É muito fácil se distrair dentro de casa, principalmente quem tem família muito grande, quem tem irmãos menores, porque você se distrair muito fácil já na sala de aula com professor, quando você está em casa é pior, é um esforço muito maior do que o necessário”, conta Celina.
Apoio familiar
Celina Cristina Ferreira e Celena de Paula Ferreira Januário se prepararam ao longo do ano para o exame.
Erasmo Marques
O caminho para estudar com a família inteira isolada dentro de casa foi contar com a colaboração de todos. “A gente tenta prestar um pouco mais de atenção, coloca fone, pede para abaixar um pouco mais a TV, conversa, porque na base da conversa se resolve tudo. Precisa de um apoio bem maior, porque se na escola já é difícil com auxílio do professor, online é bem mais difícil, porque às vezes o professor tem menos tempo, tem criança na casa dele também”, relembra Celina.
Mesmo com a preparação, as irmãs estão ansiosas com o início da prova. “Eu estou com um pouco de medo por causa dessa questão de ter estudado somente em casa, mas acho que eu vou conseguir. Eu me dediquei bastante, tentei prestar o máximo de atenção nas aulas, mesmo com as dificuldades”, pontua Celena.
Assista a mais notícias