Iogurte duas vezes por semana reduz risco de câncer colorretal

Consumir duas porções ou mais por semana ajuda a prevenir adenomas

Consumir duas porções ou mais por semana ajuda a prevenir adenomas
Pexels

Consumir iogurte duas vezes por semana reduz em 26% o risco de lesões no intestino que podem levar ao câncer colorretal em homens, de acordo com um estudo da Universidade de Washington, nos Estados Unidos, publicado na revista Gut, da Sociedade Britânica de Gastroenterologia.

Segundo o estudo, dois probióticos comuns encontrados no iogurte, o Lactobacillus bulgaricus e Streptococcus thermophilus reduzem os níveis de carcinogênicos. O alimento também pode diminuir a chance de adenoma, lesões pré-cancerígenas, devido ao efeito anti-inflamatório na mucosa do cólon.

Leia também: Exercícios e consumo de fibras previnem volta do câncer colorretal

Como o adenoma em homens leva a um aumento da permeabilidade do intestino, o estudo mostrou que o iogurte pode beneficiar mais homens do que mulheres.

Foram analisados dados de 32.660 homens e 55.443 mulheres. Todos realizaram colonoscopia entre 1986 e 2012. A cada quatro anos, eles forneciam informações  sobre estilo de vida e alimentação, incluindo a frequência do consumo de iogurte.

Ao longo do período avaliado, 5.811 homens e 8.116 mulheres desenvolveram adenoma. Além de outros fatores como tabagismo, consumo de álcool e idade, foi analisada a relação do surgimento de pólipos com a ingestão de iogurte.

Homens que consumiam iogurte duas ou mais vezes por semana apresentaram um risco 19% menor de desenvolver adenoma “convencional” e 26% menor de ter adenoma com alto potencial maligno. 

Saiba mais: Câncer colorretal cresce no país, embora exista exame preventivo

O estudo ressalta que pesquisas anteriores haviam sugerido que o consumo de iogurte poderia reduzir o risco de câncer colorretal ao alterar bactérias da microbiota, mas é a primeira vez que se relaciona o produto com um menor risco de desenvolvimento de adenomas.

Leia também: Erro de diagnóstico leva a avanço de câncer colorretal abaixo dos 50 anos

O câncer colorretal é o segundo mais frequente em mulheres e o terceiro em homens, no Brasil. Em mulheres, o primeiro é o de mama e, em homens, o primeiro é o de próstata e o segundo é o de pulmão. Segundo o INCA (Instituto Nacional de Câncer), 36 mil pessoas devem ser diagnosticadas com câncer colorretal este ano no país.

Colonoscopia ajuda a evitar o câncer colorretal. Saiba mais sobre o exame: