Instituto lança treinamento em matemática, física e computação para formar pesquisadores em ciências da vida


O programa é voltado a pessoas com graduação completa ou que se formem até dezembro de 2021, em qualquer área, e é gratuito. A ideia é aproveitar o potencial do Brasil, que tem a maior biodiversidade do planeta, para criar cientistas qualificados. O Instituto Serrapilheira abre nesta terça-feira (9) as inscrições para um treinamento multidisciplinar com foco em formação de futuros cientistas. O programa é voltado a pessoas com graduação completa ou que se formem até dezembro de 2021, em qualquer área, e é gratuito. Esta é a primeira edição do curso e, por causa da pandemia, será remota.
O “Programa de Formação em Biologia e Ecologia Quantitativas” irá preparar o jovem pesquisador a lidar com conceitos de matemática, física e ciência da computação. Os selecionados vão aprender métodos para quantificar dados e propor soluções.
Segundo o Serrapilheira, o objetivo é aproveitar o potencial do Brasil, que tem a maior biodiversidade do mundo, para criar a longo prazo “uma geração de jovens cientistas altamente qualificados”.
“A pesquisa moderna em ciências da vida gera uma quantidade enorme de dados complexos”, explica o diretor-presidente do instituto, Hugo Aguilaniu. “Queremos quebrar essas fronteiras artificiais limitantes, de modo que um jovem biólogo saiba que ele pode usar uma equação como um matemático ou pensar como um físico para entender sistemas biológicos complexos como um ecossistema tropical.”
Diretor-presidente do Instituto Serrapilheira, Hugo Aguilaniu.
Divulgação
O conteúdo vai abranger desde a genética moderna até a ecologia comportamental. O treinamento conta com nomes de referência em suas áreas, como Oded Rechavi, neurocientista da Universidade de Tel Aviv, em Israel, que estuda características passadas entre gerações e que não estão no DNA.
A matemática Corina Tarnita, da Universidade de Princeton, nos Estados Unidos, também está confirmada. Ela desenvolve modelos matemáticos para entender a interação entre células.
Requisitos
A inscrição é aberta e gratuita para os interessados, formados em qualquer área do conhecimento, No entanto, há alguns requisitos:
O candidato deverá ter conhecimento de cálculo diferencial, integral, e domínio de inglês.
Os 500 primeiros que se inscreverem terão preferência no processo seletivo
Ao todo, serão selecionados 50 participantes
As inscrições abrem em 9 de março e vão até 3 de maio e podem ser feitas aqui.
Confira o edital completo aqui.
A iniciativa conta com o apoio do Instituto Sul-Americano para Pesquisa Fundamental (ICTP-SAIFR), um centro internacional que tem sede no Instituto de Física Teórica da Universidade Estadual Paulista (Unesp).
“Com a explosão de novos dados em biologia, muitos físicos estão migrando para esta área para aplicar as ferramentas que aprenderam estudando sistemas complexos,” afirma o diretor do ICTP-SAIFR, Nathan Berkovits.
VÍDEOS: Educação