Instagram: faça a retrospectiva das fotos mais curtidas em 2019

Aplicativo faz retrospectiva das suas fotos que tiveram mais curtidas em 2019

Aplicativo faz retrospectiva das suas fotos que tiveram mais curtidas em 2019
Lisa Fotios/Pexels

O ano está acabando e os usuários do Instagram já podem fazer uma retrospectiva com as nove fotos mais curtidas do perfil. 

O aplicativo Top Nine for Instagram e grátis e faz uma montagem com as postagens que fizeram mais sucesso entre os seus seguidores. 

App faz montagem com as suas fotos mais curtidas em 2019

App faz montagem com as suas fotos mais curtidas em 2019
Divulgação

Abra a Play Store, loja oficial do Google, ou a App Store, loja oficial da Apple, e faça uma busca por Top Nine for Instagram para fazer o download. 

Leia mais: YouTube divulga a lista dos 10 vídeos mais vistos em 2019

Em seguida, abra o app no celular e selecione o ano 2019 e faça o login na sua conta do Instagram. O Top Nine irá enviar um código de verificação de cinco números para prosseguir. É necessário também autorizar o acesso aos dados do perfil.

Assim, serão exibidas as 9 fotos que os seus seguidores mais curtiram e um resumo de quantos posts foram feitos ao longo do ano, quantas curtidas no total e a média por post.

Para compartilhar, toque sobre o botão share e poste no Facebook ou envie para contatos no WhatsApp.

Não existe um atalho direto para o Instagram, por isso é preciso clicar sobre o botão salve antes. Dessa forma, a montagem será salva na galeria de imagens do celular e depois poste normalmente no feed do perfil ou no Stories.

Leia também: Câmera inteligente multa motorista que usa o celular enquanto dirige

Outra opção, é usar o Top Nine pelo próprio navegador do computador. Basta acessar o site do aplicativo, preencher seu nome de usuário e colocar um e-mail. Por último, faça o download da imagem que também será envida para o seu e-mail.

Segundo dados do próprio Top Nine, cerca de 6,5 milhões de pessoas já fizeram uma montagem com as fotos de 2019. 

Veja também:

Humanos conseguem identificar expressões de cães, diz pesquisa