Infectário de plantas da UFV tem mais de 200 espécies


Local é aberto para visitação de pesquisadores e produtores interessados em conhecer sintomas e características das pragas agrícolas. Infectário de plantas da Universidade Federal de Viçosa
UFV/Divulgação
O jardim de plantas da Universidade Federal de Viçosa (UFV) tem mais de 200 espécies infectadas.
O local é aberto para visitação de pesquisadores e produtores interessados em conhecer sintomas e características das pragas agrícolas.
De acordo com a UFV, o local conhecido como “Infectário”, funciona desde 2014, mas foi inaugurado em 2019.
No local, é possível ver os plantios de cereais, hortaliças, fruteiras, plantas oleaginosas, fibrosas com as principais doenças causadas por bactérias, fungos e vírus.
Os pesquisadores também avaliam as plantas em busca de novas doenças que precisam ser diagnosticadas. Conforme a Universidade, pelo menos 13 já foram identificadas e catalogadas no site do projeto.
Segundo o engenheiro agrônomo Henrique Lopes Mendonça, a diversidade é muito representativa porque a região de Viçosa permite o cultivo de plantas de climas muito variados, como cacaueiro, seringueira e macieira.
De acordo com Henrique Lopes, as plantas da coleção do jardim são mantidas sem controle químico das doenças e, quando necessário, os patógenos mais relevantes para as culturas agrícolas são trazidos de outras áreas para estimular a ocorrência das doenças.
O “Infectário” fica nos fundos da Clínica de Doenças de Plantas, na casa 36, na Vila Gianetti. As visitas podem ser marcadas pelo telefone (31) 3612- 3042.