ICMBio anuncia interdição do acesso às praias do Sancho e Baía dos Porcos para manutenção de segurança


Escadaria do Sancho fica fechada a partir do dia 23 de junho. Visitação à Baía dos Porcos é suspensa nos dias 25 e 26 de junho. Praia do Sancho faz parte do Parque Nacional Marinho
Ana Clara Marinho/TV Globo
O acesso pela escadaria à Praia do Sancho, em Fernando de Noronha, fica fechado a partir do dia 23 de junho. Além disso, a visitação à Baía dos Porcos não acontece nos dias 25 e 26 de junho, sendo permitido apenas o acesso ao mirante. Os dois locais vão passar por uma manutenção de segurança.
A informação foi divulgada pelo Instituto Chico Mendes da Biodiversidade (ICMBio), nesta sexta-feira (17). As duas praias fazem parte do Parque Nacional Marinho, reserva federal de responsabilidade do instituto.
Compartilhe no WhatsApp
Compartilhe no Telegram
Apesar dessa manutenção, o Sancho fica liberado para visita por embarcações nos dias 23 e 24 de junho, mas as pessoas não podem ir até a praia. O ICMBio não informou qual é a previsão de conclusão do serviço na escadaria.
O g1 questionou ao instituto qual a data de reabertura da escadaria, mas não recebeu essa informação até a última atualização desta reportagem.
Riscos
Uma análise de segurança realizada em maio pelo geólogo Fábio Reis, na escadaria e na trilha da Praia do Sancho e da Baía dos Porcos, indicou um “risco alto” de desmoronamento nas duas áreas. Ele também é engenheiro civil e trabalhou na análise da área de Furnas, em Capitólio (MG), onde o desabamento de pedras em um cânion deixou dez mortos.
O profissional foi contratado para avaliação dos riscos e o ICMBio deu início, ainda em maio, ao trabalho de manutenção, quando a visitação ao Sancho foi fechada.
Eleita cinco vezes a melhor do mundo, a Praia do Sancho tem falésias que estavam sem análise geológica há 12 anos. Os paredões têm cerca de 60 metros de altura e aproximadamente 855 metros de comprimento.
No início do ano, em entrevista ao g1, a geóloga Ingrid Ferreira Lima, da Universidade de Tóquio, alertou para os riscos de acidente no Sancho e ressaltou que esse tipo de estudo deveria ser feito anualmente.
Segundo a direção do ICMBio em Fernando de Noronha, a manutenção preventiva vai ser realizada anualmente. O órgão também instalou novas placas de sinalização com informações dos riscos das áreas.
VÍDEOS: mais vistos de Pernambuco nos últimos 7 dias