Iata tira de sistema de venda passagens da Avianca Brasil


Em recuperação judicial desde o fim do ano passado, companhia aérea está com uma operação reduzida. A Associação Internacional de Transporte Aéreo (Iata, na sigla em inglês) confirmou que suspendeu a venda de passagens da Avianca Brasil do seu sistema na terça-feira (14).
O sistema da Iata é chamado de Bank Settlement Plan (BSP) e opera em 180 países. Ao todo, ele atende 370 companhias aéreas. Em 2017, foram processados US$ 236,3 bilhões em operações.
Avião da companhia aérea Avianca decola no Aeroporto Internacional São Paulo – Cumbica (GRU), em Guarulhos
Celso Tavares/G1
Em recuperação judicial desde dezembro do ano passado, a Avianca Brasil opera em apenas quatro aeroportos do país. A empresa anunciou que suspendeu mais de 800 voos de segunda-feira até quinta-feira (16).
Na segunda-feira, a Azul protocolou na Justiça uma nova proposta para tentar comprar parte das operações da Avianca Brasil. Um plano anterior chegou a ser aprovado pelos credores da empresa, mas foi suspenso pela justiça. A Avianca Brasil recorreu da decisão.
Initial plugin text