Hodari resume trajetória no primeiro álbum entre colaborações com BK e Vitão


♪ Em 2018, quando já contabilizava dez anos em cena, Hodari começou a ser notado no universo pop brasileiro com o sucesso da música Teu popô.
Graduado em Desenho Industrial por Universidade de Brasília (DF), cidade onde nasceu, o cantor, compositor, multi-instrumentista e produtor musical também era modelo e tatuador quando Teu popô virou hit, dando visibilidade a uma trajetória musical que incluiu passagens de Hodari, como instrumentista, por bandas brasilienses como SKRTO e Conversa.
Quatro anos após o êxito de Teu popô, já com o EP Praya e sol (2021) na discografia, Hodari lança o primeiro álbum, batizado com o nome do artista, cujo significado é dignidade no idioma africano zulu.
Em rotação desde sexta-feira, 10 de junho, em edição da We4 Music distribuída pelo selo slap, o álbum Hodari resume a trajetória do cantor em 13 faixas que transitam por gêneros musicais como R&B, rap, funk, soul, samba e MPB.
O repertório do álbum Hodari abarca o hit seminal Teu popô e o lote de músicas do EP anterior Praya e sol – Amor de Carnaval, S-e-x-o, Sol rayo (faixa iluminada pela participação do cantor Luccas Carlos) e a música-título Praya e sol – entre novidades como Kamasutra baby, o pagode Siricutico, Sem ménage – faixa escolhida para promover o álbum Hodari – e o funk Signos, já previamente lançado em single em 18 de março.
O rapper BK entra em ação para rimar nos versos de Tudo pelo ar. Vitão aparece em Atmosfera. Já Luísa Sonza é a convidada de Embarcação do amor – faixa ainda indisponível para audição – enquanto Mikuym entra em Jovem.
Capa do álbum ‘Hodari’, do cantor Hodari
Divulgação