Herson Capri, Beth Goulart, Marcos Caruso e outros artistas fazem campanha pela vacinação

Associação dos Produtores de Teatro (APTR) organiza campanha ‘Vacina Já’ com o objetivo de conscientizar e incentivar a população a se vacinar contra Covid-19. ‘Vacina Já’: campanha reúne artistas com objetivo de incentivar a vacinação
Beth Goulart, Marcos Caruso, Herson Capri, Suely Franco e outros artistas participam da campanha Vacina Já. Veja vídeo acima.
Herson Capri, Beth Goulart, Marcos Caruso e Suely Franco participam da campanha “Vacina Já”. Veja vídeo acima.
O objetivo é incentivar a população a se vacinar contra a Covid-19, logo após as vacinas Coronavac e de Oxford terem o uso emergencial autorizado no Brasil no domingo (17).
Acompanhe a vacinação no Brasil em TEMPO REAL
Ney Latorraca, Léa Garcia, Louise Cardoso, Flávio Marinho, Françoise Forton e Cristina Pereira são outros artistas que participam do vídeo.
Já os atores Miguel Falabella, Irene Ravache, Claudia Abreu e Zezé Motta também estão previstos na campanha em vídeos que serão lançados ao longo dos próximos meses.
A campanha é liderado pela Associação dos Produtores de Teatro (APTR), que se junta aos movimentos Direitos Já e Frente pela Vida também na campanha #AbraceAVacina.
Para Eduardo Baratta, presidente da APTR, ter os artistas na campanha é importante por uma questão de visibilidade e alcance.
“Nada mais óbvio do que os profissionais das artes e da cultura, que são formadores de opinião, que têm sua imagem trabalhada com visibilidade para ajudar a sociedade a ter um esclarecimento”.
“A partir do momento que ele dá o braço, ‘abraça’ a vacina e entende a vacina como vida, a gente quer estender esse entendimento que é único: a gente não está falando de bruxaria, de religião ou de achismo, a gente está falando de ciência, de saúde e de vida”, continua.
Baratta ainda destaca como a vacinação é importante para que a maior parte dos trabalhos presenciais no meio cultural sejam retomados.
“Não é só o abraço que a gente vai voltar a dar e receber, como também os nossos trabalhos. A nossa economia é baseada no público, em quem dá plateia. Essa plateia na sua plenitude só voltará a existir quando todos estiverem vacinados”, finaliza.
Teatro on-line: companhias se reinventam em peças no Zoom com atores em casa
VÍDEOS: Novidades sobre vacinas contra a Covid-19