Grécia recupera pinturas de Picasso e Mondrian roubadas de galeria em 2012


Polícia descobriu as duas obras de arte escondidas em um desfiladeiro na região de Atenas e prendeu um homem grego. Obras de Pablo Picasso e do pintor holandês Piet Mondrian são recuperadas pela polícia grega após roubo Galeria Nacional em 2012
REUTERS/Costas Baltas
A polícia grega anunciou nesta segunda-feira que recuperou uma obra de arte de Pablo Picasso e outra do pintor holandês Piet Mondrian, ambas haviam sido roubadas da Galeria Nacional da Grécia em 2012. 
Ladrões invadiram a galeria e levaram a pintura “Cabeça de Mulher” de Picasso, doada pelo artista espanhol em 1949, e a obra “Moinho” de Mondrian, datada de 1905.
Para enganar os guardas, os ladrões ativaram o sistema de alarme diversas vezes antes de invadir o prédio durante a madrugada. O guarda desligou o alarme para então avistar posteriormente um dos ladrões graças ao detector de movimentos.
Antes de escapar, o ladrão ainda deixou cair uma outra pintura de Mondrian de 1905.
Nesta segunda-feira, a polícia descobriu as duas obras de arte escondidas em um desfiladeiro na região de Atenas e prendeu um homem grego, afirmou uma autoridade policial em condição de anonimato. 
As autoridades gregas devem fazer uma declaração oficial sobre o caso na terça-feira (29). 
Vídeo: Ladrões furtam obras de Picasso e Mondrian na Grécia: