Gottsha volta para a pista com álbum de remixes de hits de divas do disco e do cinema


Estrela de musicais de teatro, a cantora e atriz carioca planeja se apresentar como compositora com singles na linha pop dance. ♪ A voz potente da carioca Sandra Maria Braga Gottlieb já foi muito ouvida por frequentadores de musicais de teatro encenados na cidade do Rio de Janeiro (RJ) a partir de 1997, sobretudo os espetáculos produzidos com a grife Möeller & Botelho.
Nos palcos e na vida artística, Sandra Maria é Gottsha, atriz que, antes de se firmar em cena, já era cantora, tendo debutado no mercado fonográfico em 1995 com a edição de No one to answer, álbum voltado para o eurodance pop em voga nas pistas da época.
Decorridos 26 anos, Gottsha retorna para a pista e para a gravadora que a lançou no mundo do disco, Spotlight, com álbum de remixes. Em rotação desde 9 de julho, o álbum Divas alinha 22 remixes de cinco músicas propagadas em vozes de estrelas do disco e do cinema.
Os principais remixes foram produzidos pela empresa carioca DG3 Music, criadora dos luminosos remixes originais de Hopelessly devoted to you e Let the night take the blame, destaques do disco e não por acaso alocados na abertura do álbum Divas.
Hopelessly devoted to you (John Farr, 1978) é música apresentada ao mundo na voz da cantora inglesa Olivia Newton-John em gravação feita para a trilha sonora do filme Grease (1978), blockbuster do cinema norte-americano.
Já Let the night take the blame (Edwards Vincent e Horton Jennings Colin, 1984) é a música que ganhou as pistas em meados dos anos 1980 na voz de Lorraine McKane, tendo batizado o único álbum bem-sucedido dessa efêmera cantora.
Outras músicas abordadas por Gottsha no disco Divas são To sir with love (Mark London e Don Black, 1967) e Because the night (Bruce Springsteen e Patti Smith, 1978).
Capa do disco ‘Divas’, de Gottsha
Divulgação
Sucesso mundial na voz da cantora e atriz escocesa Lulu, To sir with love é o tema-título do filme britânico de 1967 que, no Brasil, se chamou Ao mestre, com carinho.
Because the night é a música composta pelo roqueiro norte-americano Bruce Springsteen para a conterrânea Patti Smith, que fez algumas alterações na composição – se tornando parceira de Bruce – antes de gravá-la em Easter (1978), álbum creditado ao Patti Smith Group.
Completa o repertório de disco Divas o hit pop Don’t go breaking my heart (Elton John e Bernie Taupin, 1976), sucesso mundial na era da disco music, em dueto de Elton John com Kiki Dee. Gottsha recria com Miguel Falabella o dueto dos cantores ingleses.
Os remixes de Don’t go breaking my heart já haviam sido lançados em disco em 23 de abril, anunciando a chegada do álbum Divas ao mundo digital.
Com remixes produzidos por nomes como DJ Morais, Marcelo Mistake, Mauricio Cury e Rondon, o disco Divas traz Gottsha de volta ao universo dos dancin’ days, mote do show Discotheque, apresentado pela cantora ao longo dos anos 2010.
Na época em que estava em cartaz com o show, Gottsha chegou a arquitetar disco com regravações do repertório do cantor Michael Jackson (1958 – 2009), sem concretizar o projeto.
No momento, na sequência do disco Divas, a cantora planeja se apresentar como compositora em singles autorais produzidos na linha pop dance.