Gilson Peranzzetta e Paulo César Feital revelam parceria feita em álbum gravado há 23 anos


Formatado em 1997, disco ‘Cenas brasileiras’ é lançado com 14 músicas dos compositores. ♪ Pianista e arranjador, Gilson Peranzzetta também pavimentou obra como compositor, tendo feito parcerias com nomes com Aldir Blanc e Ivan Lins. Letrista, Paulo César Feital já escreveu canções em parceria com compositores como Altay Veloso, Guinga, Jorge Aragão e Roberto Menescal.
Até então pouco conhecida, a parceria de Peranzzetta com Feital é revelada com o lançamento do álbum Cenas brasileiras, disponibilizado em edição digital neste mês de março de 2020, 23 anos após a gravação do disco.
Sim, Cenas brasileiras é disco formatado em 1997 e que até então permanecera inédito no mercado fonográfico. Gravado com os músicos Adriano Giffoni (baixo), Claudio Jorge (violão), Eliseu Félix (percussão), João Cortez (bateria e percussão), Marcus Oliveira (violoncelo) e Wilson das Neves (1936 – 2017) (tamborim), o álbum reúne 14 composições da parceria em que Peranzzetta responde pela música e Feital é o autor das letras.
A turma de Braz, G.R.E.S. Brasil, Palácio de Marfim, Tropical inglês, Valsa dos balões e Zé do Patrocínio estão entre as 14 composições registradas pelos autores no álbum Cenas brasileiras, sendo que Peranzzetta solta a voz pela primeira vez no disco.
Rosaly Lima se junta aos artistas na interpretação de O encantado. Enteado de Peranzzetta, o cantor João Senise – então com oito anos na época da gravação do disco – é o convidado de Sempre amigos, composição feita em tributo ao próprio Senise.