Gil e Chico se unem em música para ‘Sob pressão – Plantão Covid’; ‘Hino do momento’, diz diretor


Mais de 50 anos depois de 1ª parceria, cantores se juntaram em estúdio para gravar música, que será revelada no 2º episódio da edição especial da série, no próximo dia 13. Gilberto Gil e Chico Buarque em estúdio na gravação de música para a série ‘Sob pressão’
Flora Gil / Reprodução página oficial de Gilberto Gil no Facebook
Duas das mais emblemáticas vozes da música brasileira, as de Gilberto Gil e Chico Buarque, se juntaram para cantar versos inspirados na maior crise sanitária da história recente, numa música gravada para os novos episódios da série “Sob pressão – Plantão Covid”.
“É um hino do momento, muito profundo”, define o diretor Andrucha Waddington.
A edição especial em dois capítulos, que serão exibidos a partir da próxima terça-feira (6), mostrará os desafios da equipe médica de um hospital de campanha para pacientes infectados com o coronavírus.
Ainda sem título divulgado, a música é mantida em segredo pelos cantores e a produção da série. O lançamento será no próximo dia 13, dia em que irá ao ar o segundo e último episódio do especial.
Apenas um verso ja foi divulgado por Gil nas redes sociais:
“Vamos cantar que a vida é só agora.”
Marjorie Estiano e julio Andrade em cena de ‘Sob pressão – Plantão Covid’
João Faissal/TV Globo
Os dois cantores se juntaram em agosto, em um estúdio no Rio, para gravar a música, a convite de Andrucha.
A composição é de Gil em parceria com Ruy Guerra. Bem Gil assina a produção.
50 anos de parceria
A música para “Sob pressão” sairá mais de 50 anos depois da primeira parceria de Gil e Chico. Anonimamente, o baiano ajudou o colega carioca a finalizar o samba “Amanhã ninguém sabe”, lançado por Chico em 1966, como conta o colunista de música do G1, Mauro Ferreira.
Em 1973, os dois compuseram juntos “Cálice”, que, censurada pela ditadura militar, só seria gravada em 1978 .
Para Chico, Gil também compôs “Copo vazio”, incluída em seu disco “Sinal fechado”, de 1974.
A música foi regravada em 2014, dessa vez em dueto entre os dois cantores, para a trilha sonora do filme “Rio, eu te amo”, do qual Andrucha também é um dos diretores.
Em julho deste ano, ela foi relançada, acompanhada por um clipe com imagens de Gil e Chico em estúdio.