George R.R. Martin assina contrato de cinco anos com a HBO


Autor já está trabalhando na série ‘House of the Dragon’, mas anúncio não especifica se haverá outros conteúdos adicionais derivados do universo de ‘Game of Thrones’. George R. R. Martin, autor de ‘Game of thrones’, em evento da HBO em março de 2014
Evan Agostini/Invision/AP, File
O escritor George R.R. Martin assinou um contrato de cinco anos com a HBO, anunciou o estúdio nesta segunda-feira (29). O anúncio aumentou as esperanças entre os fãs de “Game of Thrones” por novas aventuras ambientadas entre os dragões e famílias guerreiras de Westeros.
O autor, 72 anos, cuja série de livros “As crônicas de gelo e fogo” deu origem ao fenômeno recorde de sucesso na TV “Game of Thrones”, já está trabalhando na série “House of the Dragon”, que se passa 300 anos antes e deve ir ao ar em 2022.
A WarnerMedia confirmou em nota à AFP nesta segunda-feira um “acordo geral de cinco anos” para “desenvolver conteúdo para HBO e HBO Max”, seu serviço de streaming.
O anúncio não especificou se o acordo inclui algum conteúdo adicional de “Game of Thrones”.
‘Game of Thrones’: relembre toda a série em quatro minutos
De acordo com o Hollywood Reporter, o contrato no valor de “oito dígitos” pode incluir a saga de Nymeria, que reinou um milênio antes de “Thrones” – provisoriamente intitulada “10,000 Ships”.
Outros projetos supostamente em desenvolvimento incluem “9 Voyages”, dos criadores do popular drama histórico “Roma”, e um corajoso conto do submundo ambientado em King’s Landing, capital de Westeros, chamado “Flea Bottom”.
A série de TV “Dunk and Egg” baseada nos romances de Martin sobre um cavaleiro e seu escudeiro há muito tempo é comentada, enquanto uma animação que percorre milhares de anos também tem sido discutida.
Fora do universo “Thrones”, a WarnerMedia confirmou que Martin será o produtor executivo de dois outros projetos da HBO – “Who Fears Death” e “Roadmarks”, ambas adaptações de romances de fantasia de outros autores.
Com Martin também envolvido na adaptação cinematográfica para a Netflix de seu primeiro conto, “Sandkings”, a enxurrada de projetos para telas pequenas aumentou a preocupação entre os fãs que ainda esperam impacientemente pela conclusão de sua série “As crônicas de gelo e fogo”.