Ford reforça ícones históricos com novos Bronco e F-150


Picape acaba de ser renovada nos EUA, enquanto o lendário Bronco voltará, em uma variante moderna, como uma família de SUVs. Ford Bronco será lançado no próximo dia 13
Divulgação
Em um período de 15 dias, a Ford preparou novidades para dois de seus principais ícones históricos: a picape F-150 e o Bronco. A primeira, acabou de ser renovada nos Estados Unidos no final de junho, enquanto o futuro SUV será apresentado globalmente no próximo dia 13.
Os dois nomes lendários, no entanto, seguiram caminhos opostos: a F-150 segue firme como a picape mais vendida para os norte-americanos há 43 anos; enquanto o antigo 4×4 Bronco, produzido entre 1966 e 1996.
Ford Bronco fez época entre 1966 e 1996
Divulgação
Ainda não se sabe o quanto do antigo modelo o novo Bronco trará, mas a montadora já declarou que o modelo será, na verdade, uma família de SUVs. Enquanto no passado ele era derivado das próprias picapes a F, em sua variante moderna a base é a atual Ranger.
A onda nostálgica da Ford já havia começando com a criação de seu primeiro carro 100% elétrico, que acabou ganhando o nome de Mustang Mach-E, apesar de ser também um SUV, e não um esportivo.
O que mudou na F-150
Em sua renovação, a F-150, que não é vendida no Brasil, ficou mais moderna e ganhou novo trem de força híbrido. O motor V6 de 3.5 litros trabalha em conjunto com motor elétrico de 47 cavalos, que está integrado à transmissão automática de 10 velocidades.
Ford F-150 2021
Divulgação
A F-150 traz uma nova tela central de 12 polegadas – de série nas versões XLT e acima – que permite dividir a tela e controlar várias funções simultaneamente, incluindo navegação, música e recursos do veículo. As versões de entrada e intermediárias da XL e XLT vêm com tela de 8 polegadas.
Interior da Ford F-150 2021
Divulgação