Festival de Cinema de Roma vai homenagear as mulheres com filmes de 22 diretoras


Evento acontece entre os dias 14 a 24 de outubro. ‘Os Eternos’, dirigido por Chloe Zhao (‘Nomadland’) e estrelado por Angelina Jolie, encerra programação. Chloe Zhao, diretora de “Nomadland”, no Oscar 2021
AP Photo/Chris Pizzello
A 16ª edição do Festival de Cinema de Roma, de 14 a 24 de outubro, vai homenagear as mulheres, com 22 diretoras convidadas na seção oficial, entre elas a dominicana Natalia Cabral e a espanhola Clara Roquet, anunciaram os organizadores nesta quarta-feira (6).
“Será o ano do renascimento do cinema. Também convidamos 22 mulheres”, disse o diretor artístico, Antonio Monda, que organizou o evento no Auditório de Roma e em vários novos cinemas e espaços da capital italiana devido ao coronavírus.
Os célebres cineastas Quentin Tarantino e Tim Burton receberão o prêmio pelo conjunto da obra, enquanto o novo filme da Marvel, “Os Eternos”, dirigido pela recente vencedora do Oscar, Chloe Zhao, e estrelado por Angelina Jolie, fechará o festival em 24 de outubro com uma exibição especial.
Assista ao teaser de ‘Eternos’
Entre os convidados para os encontros com o público estão a atriz Fanny Ardant e o diretor mexicano Alfonso Cuarón, além dos italianos Marco Bellocchio e Luca Guadagnino.
“Queremos uma festa, internacional e muito pop”, prometeu Laura Delli Colli, presidente do festival, que confirmou a seção “Filmes das nossas vidas”, que embora não sejam obras-primas, voltamos a ver com prazer.
Os 26 filmes da seção oficial vêm de 23 países, entre eles “Mi novia es la revolución”, do mexicano Marcelino Islas Hernández; “Una película sobre parejas”, da dominicana Natalia Cabral e Oriol Estrada, “Libertad”, da espanhola Clara Roquet e “One second” de Zhang Yimou.